10 de jun de 2010

NASCE A CONFRAMADEB

Os Pastores da Adesal decidiram em reunião nesta segunda-feira, 07/06, fundar a CONFRAMADEB (Convenção Fraternal de Ministros das Assembléias de Deus no estado da Bahia). A decisão, com mais de 90% de aprovação dos presentes, dará um novo rumo à história da Assembléia de Deus em Salvador, presidida a 13 anos pelo Pr. Israel Alves Ferreira. Durante o debate vários Pastores se manifestaram, entre eles, Pr. Carlos Tolentino, Superintendente do Setor 12 - Tancredo Neves, que disse que "o momento deve ser de unidade". Para o Pastor Tolentino, que em reuniões passadas defendeu antes de tudo o diálogo entre Adesal e CEADEB, o que importa é a decisão da maioria e que, para isto, estava pronto a apoiar a Diretoria da Igreja. O motivo da decisão, foi a falta de diálogo entre a Diretoria da Adesal e a Diretoria da CEADEB (Convenção Estadual das Assembléias de Deus nos Estado da Bahia); no centro das discussões está o famoso Fundo Convencional, encargo que a Adesal alega não ter condições de cumprir. Segundo Pr. Israel, o que se paga à CEADEB deixa uma lacuna nos cofres da Adesal, já sobrecarregada com inúmeros tributos. O maior desafio da instituição atualmente é a construção do Templo Sede localizado na Av. Paralela. Segundo a Diretoria da Adesal, este empreendimento poderia estar em fase mais adiantada se não tivesse que pagar tão caro à CEADEB.
A decisão foi levada aos Corpo de Cooperadores da Igreja em Salvador que lotou o Templo da Liberdade na terça-feira, 08/06. Centenas de obreiros ouviram o Presidente da Adesal e tiveram oportunidade de questioná-lo através de perguntas que foram feitas no final da exposição do Pastor. Questionado se a CEADEB teria oportunidade de expor sua versão dos fatos, o Pr. Israel disse que não tem poder para convocar o Presidente da Convenção e que cada membro poderia comparecer à sede da CEADEB no Jardim Baiano e ouvir o Pr. Valdomiro Pereira, Presidente do órgão.
A reunião foi dirigida num clima de reverência e diálogo aberto entre Presidente da Igreja e seus membros. Ao final os Pastores e membros da Igreja oraram pelo Pr. Israel que solicitou que não parassem de interceder por ele, sua família e os líderes.

23 comentários:

jeferson disse...

Será que se o Pastor Israel pedisse para o pastor Valdomiro ir na reunião ele ñ iria?
Eu acho isso muito estranho
O pastor Edmilson do setor 10 foi quase expulso pela adesal
só por que ñ foi a favor da mesma
isso é uma vergonha.

FOTOS ESPECIAIS disse...

Não podemos de maneira nenhuma perder a postura e o bom relacionamento entre irmãos, divergências entre nós sempre haverá, mas o que cada um devemos saber é que o Reino de Deus não pode sofrer com isto, ou seja divisões só politicamente, na Fé precisaremos a cada dia mais o que se cumpre a Bíblia (É melhor serem dois do que um!) mesmo com a criação de uma nova Convenção os laços fraternais em Cristo nunca podem acabar, pois o Reino que se divide não perdura.
Amados sejam quais são as Convenções, o meu conselho a qualquer leitor deste comentário é que todos os obreiros e Ministros ligados seja da CEADEB ou da CONFRAMADEB lembre-se que estamos caminhando em uma só direção (CÉU) e que onde vc estiver se una ao seu Pastor Presidente afim de que o Reino de Deus, em cada cidade do nosso GLORIOSO ESTADO BAIANO continue sendo uma diferença entre os ímpios, ou melhor LUZ ENTRE AS TREVAS.
O nosso mundo como disse o Apóstolo está rodeado por tão grande nuvem de testemunhas, e que os homens nos vejam como Bons Dispenseiros da Palavra de Deus.

Pr. Ivan Tavares Ribeiro
CGADB-22747

História da Religião por Valbert França disse...

Paz do Senhor Pastor! Gostaria de saber se assim como a Adesal desligou-se a CEADEB, ela também se desligou da CGADB?

Pedro disse...

Amados, vamos sair da net e dobrar os nossos joelhos em oração, vamos assumir o papel de intercessores e vamos interceder pelo Pr. Israel, pelo Pr. Valdomiro, pelos pastores em geral, pela igreja de Jesus, pelos novos convertidos, pelos fracos, pelos murmuradores enfim...
Vamos gastar tempo orando, clamando, pedindo, chorando aos pés de Jesus! Com certeza, esse é o caminho da vitória! Não podemos nos esquecer de que os murmuradores morreram todos no deserto! Tá indignado com a situação? fale pra Jesus! Os pastores te decepcionaram? Comente isso com Jesus! Converse com Ele, se abra com Ele, se desabafe com Ele. É o melhor a fazer! E é o que eu vou fazer agora! Deus abençoe a todos.

Emanoe disse...

Estive me informando e pensando sobre tudo que está acontecendo e os argumentos usados para ROMPER com CEADEB e cheguei a seguinte conclusão:
Primeiro Argumento = Será melhor pra igreja de SALVADOR ?
O que supostamente é melhor pra igreja, não quer dizer que é certo diante de Deus. Vamos supor que um presbítero de uma congregação estivesse descontente por pagar 80% das finanças da igreja para a administração e falasse com outros presbíteros que estivesse também descontente com isso e chegassem a solução que o melhor para a suas congregações era criar um setor novo e só descer 20%, não seria melhor pra IGREJA ?, mais com certeza a administração taxaria isso como REBELDIA e LEVANTE e com certeza a administração faria de tudo para corrigir esses presbíteros.
Deixe eu entender a ADESAL deveria para 5% para CEADEB pois a ADESAL é o maior campo da CEADEB, agora o PR. ISRAEL quer pagar 3%, alegando que assim ficaria melhor pra igreja pagar e ajustaria o caixa da ADESAL, o PR. Da CEADEB não concordou pois se ele fizesse isso abriria a porta para todos os campos só pagar 3%, senão seria dois pesos e uma medida, e em vez de ter um rombo no orçamento da ADESAL teria na da CEADEB, ai o PR. ISRAEL então decide não pagar nada(CALOTE) e ROMPER com o acordo firmado já a muito tempo com a CEADEB(E QUE O PR. ISRAEL QUANDO ASUMIR JÁ ERA ASSIM) e criar a sua própria convenção BAIANA, pois assim pagaria menos ou até mesmo nada, ai se diz que ele é uma boa pessoa, guiada por Deus e a igreja vai melhorar por causa disso e toma posse do campo que é da CEADEB e tem quase 90 pastores apoiando então chamamos de “ A OBRA DE DEUS “ ? E NÃO REBELDIA.
IS. 5 20 “ AI DOS QUE AO MAL CHAMAM BEM E AO BEM, MAL!QUE FAZEM DA ESCURIDADE LUZ, E DA LUZ, ESCURIDADE, E FAZEM DO AMORGO DOCE, E DO DOCE, AMARGO!
Segundo Argumento = A ADESAL é o maior campo e é a Igreja mãe.
Pois bem por ser mãe deveria dar o exemplo pra seus filhos, e não ser o motivo do escândalo, abrindo procedência para que outros campos também se tornem independente da CEADEB(que foi criada para ajustar a atividade dos Ministros da Assembléia de Deus), e se as igrejas do interior quiserem fazer a mesma coisa de Salvador e criar a sua própria convenção ? PODE ? isso iria destruir a CEADEB ? e os pastor jubilados que CEADEB mantem, e as viúvas dos Pastores que prestaram um grande serviço pro reino de DEUS.
Agora um Pequenos comentário sobre algo que ouvi, estão comparando PR ISRAEL a DAVI.
1º DAVI NÃO DIVIDIU NEM TOMOU O REINO DE SAUL, MESMO SABENDO QUE DEUS TINHA SE AFASTADO DELE E QUE ERA PERTUBADO POR ESPIRITOS MALIGNOS.
2º DAVI TEMIA A DEUS E QUANDO PECOU E FOI LEMBRADO PELO PROFETA NATAN SE ARREPENDEU.
A MINHA CONCLUSÃO É A SEGUINTE:
MT 23.3 “Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem; “

Pr. Raimundo Campos disse...

Caro Emanoel.
Obrigado por seu comentário. Acredito que uma discussão aberta e democrática é sempre salutar. Porém, quero refutar seus argumentos que, considero infundados:
1º Você diz: “estive me informando”. Pergunta: Em que fonte? Na fonte contrária à Adesal? Ou você esteve frente a frente com Pr. Israel e ouviu sua versão da história para então fazer um julgamento justo?
2º Você diz: “cheguei a seguinte conclusão”. Conclusão baseada em “estive me informando” sem ouvir a outra parte?
3º Você confunde uma associação de Pastores com a Igreja, o que prova sua incapacidade de argumentação e concluir sobre o assunto. Um Presbítero não pode decidir pela maneira da igreja administrar suas ofertas, mas um Pastor pode decidir quando quiser se desfilar de qualquer associação. A Constituição Federal no Artigo 5º , parágrafo XX diz: “ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado”.
Você já participou de alguma AGO? Você sabe o que é AGO? Você conhece seu estatuto? Não? Então deixe-me te dizer. Sou Pastor e conheço o estatuto da CEADEB e da Adesal. Você os conhece?
4º Você fala dos 5% e 3%. Você não deveria nem tocar neste assunto, pois demonstrou total desconhecimento do mesmo. Os 3% amado, é estatutário, foi um acordo firmado em Assembléia Geral Ordinária. Não é proposta da Adesal, é direito de todos os campos da Bahia, mas o Presidente da CEADEB escolheu não cumprir. Me parece que você não leu meu artigo direito, o que mostra que você tem dificuldade em interpretar corretamente.
5º Obrigado por citar o texto do profeta Isaías, pois ele diz respeito a você mesmo. Pois confunde a associação CEADEB, com a instituição Adesal, Igreja fundada pelo Senhor Jesus. Você considera mais a associação do que a Igreja e isto sem ouvir o representante dela. Então medite neste texto e guarde-o em seu coração, pois ele fala pra você.
6º Você diz que a Adesal é a Igreja mãe que ela é “o motivo de escândalo”. Só lhe peço meu caro irmão um pouco de inteligência. A Adesal não rompeu com ninguém, pois ela não é associada, nem afiliada, nem filiada à CEADEB e sim seus ministros. Não há divisão!
Perceba que a Adesal é a Assembléia de Deus em Salvador e que, por causa da decisão dos seus ministros, decisão esta amparada pela Constituição Federal, a CEADEB decidiu destruir a Igreja de Salvador, tomando seus templos, enganando alguns de seus membros, que infelizmente se transformaram em massa de manipulação. Por ser Igreja mãe é que ela deveria ser respeitada pela CEADEB.
7º Você diz: “e se as igrejas do interior quiserem fazer a mesma coisa de Salvador e criar sua própria Convenção? PODE?” Sua pergunta é no mínimo incoerente e prova cabal da sua falta de conhecimento dos fatos. Vou te explicar direitinho de novo: A Convenção (CEADEB) é uma associação de Pastores, não de Igrejas. Ainda que algumas dessas igrejas quisessem se desligar, a reposta é simples e não tem bicho de sete-cabeça: PODE. É direito filho. Ninguém é obrigado a permanecer associado a um órgão que lhe causa insatisfação, constrangimento, falta de coadunação ideológica ou de qualquer caráter. ISTO NÃO É REBELDIA! REBELDIA é tomar o que não é seu, é distribuir documentos restritos aos Pastores, é ferir as ovelhas, e fazer coisas que não convém dizer nesta página.
Conclusão: Da próxima vez não fundamente seus argumentos em factóides. No final do comentário você usa a expressão: “...algo que ouvi” Já que você “ouviu”, não vale nem a pena responder.
Um ótimo dia e que o Senhor te abençoe.

Pr. Raimundo Campos disse...

Querido Valbert.
Os ministros da Adesal são ligados à CGADB e já fundaram uma nova Convenção: a CONFRAMADEB. Vale salientar e aproveitar para explicar ao caro Emanoe que: em outros Estados existem mais de uma Convenção, inclusive São Paulo onde está o campo do Presidente da CGADB, tem 5 Convenções! Recentemente Pr. Samuel Câmara, que concorreu em outra chapa a Presidente da CGADB, registrou uma Convenção em Belém do Pará, através dos ministros da Igreja Mãe do Brasil, para informação de meu irmão Emanoe que critica a Adesal por ser Igreja mãe e seus ministros se desligarem da CADEB, como se a CEADEB fosse Igreja.

Emanoe disse...

Olá muito obigado por responder e até publicar a minha opnião.mais...
1º sem ouvir a outra parte?
Quem disse que eu não ouvir a outra parte? Na realidade até agora tenho mais ouvido a Adesal do que a CEADEB.
2º Você confunde uma associação de Pastores com a Igreja, o que prova sua incapacidade de argumentação e concluir sobre o assunto.
Muito engraçado é que quando se quer refutar uma declaração contraria, a primeira coisa que se faz é desqualificar a outra parte e vc faz isso muito bem. Mais gostaria de salientar que sei muito bem o que é IGREJA, a IGREJA é quem fica confusa, é a IGREJA que sofre, é a IGREJA que os pequeninos(novos na fé) ficam sem referencial pois estão procurando JESUS na vida do lider.
3º Você conhece seu estatuto?
Meu caro isso é já vi muitas vezes, os escribas e farizeus tambem tinham a LEI e a TRADIÇÃO e normalmente seguia a TRADIÇÂO, pois tinha sida passada por "bons homens".
RM 13.13 " Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em DISSOLUÇÕES, nem em CONTENDAS e INVEJA.
4º Tenho a impresão que o PR acha que alguem fez minha cabeça, e que estou do lado de Valdomiro, desde criança congrego na Assembleia de DEUS, gosto muito da Assembleia de DEUS, mais não sou "ASSEMBLEIA DE DEUS" como instituição eu sou de CRISTO(seu servo) e faço parte da Assembleia de Deus(santos reunidos) na face da terra.
Outra coisa não temho lado, estou do lado de quem está certo, pelo que vi todas as partes estão certa então....
Não mal comparando é com briga de marido e mulher, sempre os dois tem suas razões e sempre as duas partes estão certas nas suas queixas.

Pr. Raimundo Campos disse...

Caro Emanoe,
Apesar de divergirmos no assunto em questão, não quero tê-lo como opositor, respeito sua opinião como quero que a minha seja respeitada. Todavia, resolvi publicar seu comentário por considerá-lo mais uma vez contradizente e confuso. Lá vem você confundindo tradição, com estatuto, chamando quem contraria suas idéias de farizeu!
Reflita um pouco irmão. Não deixe se desequilibrar vamos manter a paz, mesmo que tenhamos opinião diferente. Quer discordar? Faça-o, mas com respeito.
Fica com Deus e me ajude em oração, sou teu irmão amado.

isisbelcarvalho disse...

paz amado
estamos com saudades da familia campos
quanto ao comentario adesal x ceadeb, precisamos vigiar!
é hora de crescermos e não continuarmos como meninos como relata o texto de 1co 3.3 "...porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos?"
nós não somos de paulo nem de apolo e sim de jesus.
3.5 "afinal de contas quem é (adesal)? quem é (ceadeb)? instituições criadas por servos por meio dos quais nós viemos a crer, conforme o ministerio que o senhor atribuiu a cada um."
não podemos esquecer que somos e estamos em cristo e devemos permanecer nele.
claro que é necessario um esclarecimento da situação, porém, vamos ganhar muito mais se orarmos uns pelos outros e parar de comentar o assunto sem conhecimento ou provas concretas.
abraços

CORREIA LIMA disse...

"O maior desafio da instituição atualmente é a construção do Templo Sede localizado na Av. Paralela. Segundo a Diretoria da Adesal, este empreendimento poderia estar em fase mais adiantada se não tivesse que pagar tão caro à CEADEB"

Interessante! A CEADEB agora é a culpada pelo atraso na construção de um templo que a ADESAL decidiu fazer. Mas como a ADESAL está se desligando da "culpada", eu acho que agora essa construção vai pra frente! Ou será que os culpados agora serão os setores que se tornaram campos e a ADESAL já não terá direito a nem 1% das suas contribuições? Já diziam os mais antigos: "Quem tudo quer, nada tem".

edna disse...

Apenas quero lembrar que em meio a essa situação os irmãos não esqueçam que Jesus vem buscar uma igreja unida.É necessário preocupar-se mais com as vidas que precisam ser salvas e com o arrebatamento da igreja.Já pensaram se no meio dessa falta de diálogo como foi citado Jesus vim?

Gleison Elias Pereira disse...

A Paz do Senhor a todos!

É importante que os irmãos saibam que Igreja nenhuma é filiada a convenção. Conforme o nobre Pr. Raimundo Campos disse, somente os ministros (evangelistas e pastores) são filiados nas convenções estaduais ou na própria CGADB. Portanto, o desligamento da CEADEB foi só dos pastores.

Não sou da bahia, mas estarei orando para que todos os conflitos seja solucionados e que prevaleça o respeito, a paz e o amor.

Deus abençoe a todos!

sydyaraujo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Pr. Raimundo Campos disse...

Caro ou cara sydyaraujo. Leia primeiro, interprete com sabedoria e humildade, depois faça conclusões. Acredito que você não leu meu último comentário para Emanoe, então para e meu bem e o seu, resolvi não publicar seu comentário ofensivo e equivocado, até porque seu perfil não está disponível. Pelo menos tenha a ombridade de se identificar. Mas não se preocupe. Esta perdoado (a) e, por favor, se puder, ore por mim.

Talmo disse...

Caro Pr. Raimundo Campos, em um dos seus comentários considero que o senhor foi infeliz, pois falou que ADESAL não dividiu com a CEADEB, mas sim os ministros, pois bem, esses ministros são os ministros da ADESAL, portanto não pode se fazer divisão entre ministros e ADESAL, onde estão os ministros ali estará a ADESAL, então na minha opinião dividiram sim.

Heitor disse...

Vale ressaltar que :
Segundo o Estatuto da CGADB, prá um Convenção Estadual ser reconhecida pela CGADB, ela precisa ser aprovada na AGO da mesma. Isso ocorreu em 2003 quando a CIADSETA, por iniciativa própria, deu autonomia prá que Imperatriz - MA e outras duas Igrejas que eram ligadas nela criassem uma Convenção e se ligassem diretamente na CGADB. Isso foi oficializado ou seja, a CGADB respaldou esta decisão em 2005, por ocasião de uma de suas AGO's. Enquanto a respectiva Convenção Estadual não for reconhecida pela CGADB, ela não é tida como Convenção Regional.

Pr. Raimundo Campos disse...

Caro Heitor obrigado por seu comentário. Vale ressaltar também que, qualquer Convenção é reconhecida não pelo fato de estar ligada à uma Convenção Geral, mas por ser legitimada pelo seu registro nos órgãos oficiais. Ser recebida por uma Convenção Geral é uma outra história. Existem no Brasil, você deve saber, várias Convenções Regionais que não são ligadas à geral e isso não a diminui em nada. Agora, a Conframadeb tem o apoio da Umadene e do Presidente da CGADB e nada a impede de ser recebida, não reconhecida, pela CGADB na AGO de 2011. Um grande abraço.

Pr. Raimundo Campos disse...

Caro Talmo. Só para esclarecer e informar: Os Ministros da Adesal eram filiados à Ceadeb, entenda, os ministros, a igreja não. A Ceadeb não é Igreja, é uma associação de Pastores. Para estar ligado à Ceadeb tem que ser Evangelista ou Pastor, então a Igreja não tem haver com Convenção. Os Ministros da Adesal, com exceção daqueles que não concordaram, resolveram se desligar da Ceadeb. É um direito constituído pelas leis federais querido. Assim como os que não concordaram tem o direito de permanecer com a Ceadeb. Você só ratificou o que venho defendendo, você disse: “...não se pode fazer divisão entre ministros e ADESAL”. Os ministros da Adesal que se desligaram da Ceadeb nunca se dividiram da Adesal. O que eles fizeram foi pedir desligamento de uma associação. Você disse mais: “onde estão os ministros, ali estará a ADESAL”. Pois bem, diga isso para aqueles que foram apresentados pela Adesal para o ministério e agora viraram as costas para ela. Se o que você afirma é verdade, então o lugar deles não seria na Adesal? Não foram eles que receberam o cargo de confiança da Adesal de serem Pastores Setoriais? Quem os consagrou? Você vai querer responder que foi a Ceadeb. Amado, se a igreja não apresentar o candidato, ele nunca é consagrado ou reconhecido. Portanto, quem gera Pastores é a Igreja, a Ceadeb só reconhece ou dá legitimidade. Quem lhes deu a oportunidade de desenvolverem seus ministérios? Quem pagava seus salários? Era a Ceadeb ou Adesal?

Heitor disse...

Foi escrito aqui por alguém que o Pr.Samuel Câmara criou juntamente com a AD/Belém - PA a Convenção da Igreja-Mãe, que em SP existem 5 Convenções Regionais e blá, blá,blá ... mas, segundo o Estatuto de nossa Convenção Maior, a CGADB, é necessária a Convenção criada ser referendada numa AGO da CGADB e coisa que nem a do Pará e nem a da Bahia ainda foram portanto, oficialmente não existem, são Convenções alienígenas de certa forma.

Pr. Raimundo Campos disse...

Caro Heitor, obrigado por seu comentário, mas você precisa se atualizar irmão. Ambas as convenções já foram registradas, homologadas e aprovadas. No caso da Conframadeb a aprovação foi unânime tanto no Conselho Regional (Umadene) quanto na própria CGADB. Acesse http://palavrasquedaovida.blogspot.com/2010/10/conframadeb-reconhecida-pela-cgadb.html. Acesse também http://palavrasquedaovida.blogspot.com/2010/09/conframadeb-e-aprovada-pelo-conselho.html
Tem mais. A Convenção precisa ser "referendada numa AGO"? Meu querido, antes de postar qualquer comentário dá uma estudada no assunto tá? Nenhuma Convenção precisa ser referendada por nenhuma AGO para ser legítima, ela já é legítima desde quando foi registrada em cartório e passou a possuir personalidade jurídica e ela só se liga a CGADB se quiser. Para ligar-se à CGADB é que precisa da aprovação primeiro do Conselho Regional, depois passa pela Mesa Diretora da CGADB e depois é aprovada pela AGO. "Oficialmente não existem"? Só se fora para o irmão. "Convenção alienígena"? É querido, sem comentários! A Conframadeb está aí, muitos pastores do estado da Bahia estão se filiando a ela e ainda este ano teremos a primeira AGO, independente da opinião de quem não conhece do assunto.

adilsoncoxinha disse...

95% dos membros da igreja assembléia de DEus ide e anunciai em Petrolina, pediram demissão dos seus cargos na igreja assim também como do rol de membros da mesma por estarem insastifeitos com as atitudes do pastor josé de jesus mota,pois o mesmo jamais mostrou o estatuto da igreja a nenhum membro coisa que é direito de todos,a secretária não tinha acesso a nenhum tipo de documento, pois toda documentação da igreja ficava de posse do mesmo e quando era indagado a respeito disso o mesmo respondia que ele era o fundador da igreja e quem ditava as regras lá era ele, Então cansados de um regime de ditadura dentro da igreja onde a diretoria não participava de decisão nenhuma a respeito da igreja o 1°e 2°secretário, o 1°e 2° tessoureiro, o 1°,2°e 3° conselheiro fiscal,os diaconos a missionária e os demais membros pediram demissão e sairam da igreja. essa semana estarei enviando cópia da ata de demissão de todos, e tem mais coisas que estarei enviando em breve obrigado.

by Denis Rodrigues disse...

É o fim dos tempos, Cristo Vem... Será que quando dobram os joelhos sentem mesmo a presença de Deus...? Sério mesmo...Será...??? Pior que isso só Brasília... Vem Jesus, vem logo...senão, será Assembléia de Deus S/A