5 de jul de 2011

CEADEB INVESTIGA SUMIÇO DE DINHEIRO NA CEADEB - PREV

Apesar do site da CEADEB informar que a AGE de março em Feira de Santana tinha como finalidade a discussão acerca do estatuto da CEADEB - PREV, ela também instaurou uma comissão "para investigar e responder os questionamentos acerca do paradeiro do dinheiro arrecadado dos convencionais; chegam a milhões!" (Blog do Pr. Dário Gomes).
A comissão composta dos Pastores: Evilásio Bastos, Otávio Rendeiro, Edivaldo Filho, Antonio Walter e Cleudson Carlos, começou um processo investigativo que resultou no afastamento do Presidente da CEADEB-PREV, Pr. Mário Benedito. Segundo relatório da comissão que investiga irregularidades na instituição, a mesma criou dificuldades durante o levantamento de informações.
Ainda segundo o site, "com as mudanças aprovadas, a CEADEB-PREV enxugou o estatuto social, retirou artigos que diziam respeito aos regulamentos dos planos de previdência privada e agora está, com maior clareza, autorizada a terceirizar os serviços técnicos, focando prioritariamente em suas atividades fins: prestar serviços de assistência social aos membros da entidade.

Dentre as modificações, os membros da CEADEB-PREV se comprometeram a contribuir mensalmente com uma prestação básica equivalente a 20% do salário mínimo, adequando-se aos planos previdenciários ofertados pela LUTERPREV, parceira da instituição a partir de 2011".


Durante a última AGO, ocorrida de 29/06 a 02/07, em Vitória da Conquista, o Pr. Egídio Rosas foi indicado como interventor até que se passe o processo investigativo.
A investigação é salutar e faz parte do processo democrático de qualquer instituição. Mas se faz necessário lembrar que a Adesal e seus ministros foram acusados pela CEADEB e seus pares, de todas as formas, por emails, cartas, postagens em blog, etc, por irregularidades e outros males e agora se vê que problemas tem em todos os lugares. O importante é comportar-se desta forma: instaurar processo investigativo, punir culpados e ser transparente com os contribuintes.


Fotos: CEADEB

3 comentários:

paulo disse...

Olá pr. raimundo, paz.
Então, pr. raimundo campos, a diferença está ai, quando se erra, toma-se decisões que pode até doer, mas é a verdade! Precisamos ser assim, e não coniventes com toda sorte de corrupção, dando a entender que está tudo bem, quando na verdade as coisas, quero dizer, contas, e administrativamente estão semelhante a um sepulcro.
Abraços.

Pr. Raimundo Campos disse...

Paz Paulo. Não precisa falar nas entrelinhas. Deixe-me te dizer algo: a corrupção está nas entranhas de nossa instituição. a CEADEB não é melhor que a Adesal em nada. O problema com a CEADEB-PREV é apenas a ponta de um grande iceberg. Temos ministros ligados à CEADEB que estão na Adesal e que na Justiça ganhou causa de fraude de assinaturas de prebenda. Você sabe o que é isso? Pois é, o pessoal da tesouraria assinava recibos de recebimento de prebenda pelo ministro que nunca viu o dinheiro. Falsidade ideológica é pouco pra essa bandidagem. Eu, meu amigo trabalhei em Goiás e a CEADEB ficou de me pagar o salário de um ano no valor de mais de 8.000,00, nunca me pagaram e inventaram valores que eu nunca retirei. Não os coloquei na Justiça, porque acredito na que vem do Alto e porque nunca trabalhei para o homem, mas para o Deus que me chamou. Quanto à Adesal, estamos vivendo um tempo de reestruturação no modelo administrativo e corrigindo sérios erros cometidos por nossa Diretoria. Passamos pelo mesmo processo investigativo em que a CEADEB Prev está passando, estamos arrumando a casa, não somos melhores, nem piores que esta famigerada CEADEB, comandada por presunçosos e gente que há muito perdeu o temor a Deus, eu sei o que falo, pois pertenci a este sistema podre de homens que dão a palavra e nunca cumprem. Não, a CONFRAMADEB não é melhor, nenhuma convenção é melhor. Na verdade precisamos clamar: MARANATA!

Elton Vieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.