23 de jul de 2011

Conservadorismo Hipócrita

Conservadorismo e Liberalismo são duas correntes filosóficas sempre presentes em todas as épocas na maioria dos grupos sociais. Os dois estão presentes também nas diferentes linhas de pensamento e comportamento desses grupos. Na religião, ciência, artes, mercado, etc. Interessante que, mesmo parecendo paradoxal, existem os conservadores liberais e os liberais conservadores (pode?). Na verdade, é natural do ser humano discordar em algum momento de sua vida sobre alguma coisa. Isto faz parte de sua natureza, Deus o fez livre para pensar, opinar e seguir caminhos. Está aí o exemplo de Adão.
Tem um programa na RIT que gosto de assistir e recomendo aos meus leitores, o "Vejam Só". O apresentador, Éber Cocareli, um pastor presbiteriano, no canal da "Graça de Deus" (!), serve de moderador durante debate de determinado assunto com dois convidados especiais que defendem argumentos diferentes. O Pastor Éber, que pertence a uma linha teológica de princípios bem determinados, não se intimida diante de opiniões com as quais ele discorda e as ouve com maturidade e reconhecendo o direito do outro de se expressar. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, pela RIT, às 22:00h.
O fato é que o Vejam Só nos dá a oportunidade de ver que, opiniões e pensamentos diferentes, é uma constante nas relações dos seres humanos, principalmente na religião.
No arraial gospel, por exemplo, principalmente no pentecostal, tem a ala que defende princípios relacionados com os usos e costumes que nos transportam aos anos de 1911, quase início do século passado, quando os missionários suecos fundadores da Assembléia de Deus chegaram ao Brasil. Podemos chamá-los de conservadores (mas só com relação aos usos e costumes), pois reverberam sobre moralidade e santidade e esquecem o que Jesus disse ser o principal, o amor.
Na maioria das vezes os princípios defendidos por esta ala, não estão relacionados com os teológicos, não tem fundamentação bíblica, nem sociológica.
Alguns se comportam como o cão Bolt, um personagem da animação gráfica dos cinemas, que cresceu fazendo um papel na TV de cão herói e que, com o passar do tempo, passou a crer piamente que era realmente um herói. Em algum momento da trama cinematográfica, Bolt encontra-se com uma gata que a considera alguém das "trevas", fruto de uma visão equivocada da vida e dos demais seres.
A necessidade de livrar sua dona de uma trama, o despertou para o fato de que ele não tinha poderes especiais e que teria que reformular seus conceitos e idéias para enfrentar adversidades reais. Bolt, precisou sair do mundo da fantasia televisiva e lidar com situações reais para então descer do pedestal que criaram para ele em seu mundo irreal.
Vale salientar que não falo daqueles conservadores que primam pela ortodoxia dos princípios do pentecostalismo, mas daqueles que teimam em sustentar um falso conservadorismo que não se sustenta teológica, filosófica e sociologicamente.
Este tipo de conservadorismo presente em minha denominação, Assembléia de Deus, e na maioria das denominações ditas pentecostais, tem seus pontos questionáveis:
Falta de fundamentação bíblica: os textos usados são fora de contexto e não subsistem ao simples exame exegético.
Falta de fundamentação Filosófica: a argumentação é ilógica e a linha de pensamento fere a razão.
Falta de fundamentação sociológica: ignora as transformações sofridas pela sociedade, o contexto cultural e as mudanças no pensamento da comunidade.
Inversão de valores: exaltam valores secundários em detrimento dos primordiais. Cabem perfeitamente no que disse Jesus em Mateus 23:23 - "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas."
Argumentação com vestígio de intolerância: a intolerância, o julgamento do estereótipo das pessoas, revelam ódio, discriminação.
Não defendo liberalismo, mas um conservadorismo baseado na defesa de valores fundamentais da fé cristã, que se sustente teologicamente, que tenha linha de pensamento coerente e que se contextualize.

Nenhum comentário: