31 de jul de 2011

Nossa Missão em Mundo Novo Está em Plena Atividade.

Miss. Pedro Mantém a Igreja em Atividade

Campanha anti-drogas em bairros de Mundo Novo: estratégia
para anunciar o Evangelho.

Jovens estudam a Bíblia na casa do Miss. Pedro

Evangelismo no bairro da Portelinha

Miss. Pedro e grupo de jovens durante reunião de estudo bíblico


Irmãos que cooperam no evangelismo

Após mensagem para os adultos, é a vez das crianças ouvirem a Palavra de Deus.
Leia mais em Missão Mundo Novo

26 de jul de 2011

Poque Há Disputas e Divisões No Meio Evangélico

No Brasil, o crescimento do número dos evangélicos, principalmente nos grandes centros urbanos, além de ser uma estatística nas pesquisas de evangelismo, missões e discipulado, é também a oportunidade para quem quer viver regaladamente e fazer do ministério, cabide de emprego.
A falta de um ministério voltado para treinamento de lideranças e a facilidade em abrir igrejas, se tornou condições favoráveis para os chamados "lobos vestidos de ovelhas" e cinicamente disfarçados de "pastores", montar "ministérios", dividir igrejas e tratar os negócios da igreja de maneira meramente política.
Igreja grandes, com entradas de dízimos e ofertas volumosas, são administradas por homens gananciosos que pensam em si e nada mais.
Desvio de verbas, improbidade administrativa, crescimento do patrimônio em pouco tempo de alguns desses líderes, são sintomas que apontam para uma corrupção irmã da que é praticada por políticos conhecidos de todos os brasileiros.
Algumas das chamadas "divisões" que ocorrem em nosso meio, são verdadeiros golpes, outras, são fruto da revolta de quem não se conforma com um sistema falido moral e espiritualmente; então, invoca-e o que meu amigo Eliel Teixeira em seu artigo "CEADEB/CONFRAMADEB - Nossas Opções", chama de "terceira via".
Esta terceira via é vista no contexto geral como mais uma divisão, e a causa é a corrupção reinante dos que querem ser senhores da igreja e não servos dela.
Já tive a oportunidade de visitar igrejas da Assembléia de Deus em outros estados, e fatores como: vocação ministerial, conhecimento bíblico e teológico, liderança e falta de visão, se tornaram entraves quando o assunto é consagração de obreiro. Na maioria das vezes, as consagrações e as indicações para lideranças de igrejas, são feitas de forma meramente política, por indicação e não por revelação.
As recomendações do Apóstolo Paulo para a escolha de obreiros passaram a ser apenas a leitura de um texto antes das consagrações, mas seus princípios não são levados em consideração na hora da escolha dos mesmos. Em muitos casos, por que não dizer, na maioria, os afilhados, ou aqueles que são filhos de pastores são consagrados no lugar de quem realmente tem vocação ministerial, embora reconheçamos que muitos filhos de pastores também tem chamada ao ministério!
Estes fatos, apontam para a causa dos grandes problemas morais e espirituais em que vive a nossa igreja hoje. Líderes neófitos cujo caráter ainda não foram moldados pelo Espírito Santo de Deus, homens que não passaram na Escola do Discipulado pessoal do Senhor Jesus, que não aprenderam a servir, cuja índole ainda é perversa, que vivem de aparência, verdadeiros ímpios no meio do rebanho, estão assumindo posições importantes na igreja, estão minando a igreja espirutual, moral e financeiramente falando.
As disputas e as divisões crescem de mãos dadas com esta triste realidade.
Enquanto não posicionarmo-nos contra este sistema anti-bíblico, humano e diabólico, continuaremos a ver o desenhar de um quadro nesfasto da Igreja de Cristo, teremos que acostumarmo-nos a ver o nome de nossa instituição vilipendiado.
O Apóstolo Paulo preveniu seu filho na fé Timóteo, acerca destes homens, causadores dos maiores desastres no meio do povo de Deus:

"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,

Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;

Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.

Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles."

2 Tm. 3:1-9


23 de jul de 2011

Conservadorismo Hipócrita

Conservadorismo e Liberalismo são duas correntes filosóficas sempre presentes em todas as épocas na maioria dos grupos sociais. Os dois estão presentes também nas diferentes linhas de pensamento e comportamento desses grupos. Na religião, ciência, artes, mercado, etc. Interessante que, mesmo parecendo paradoxal, existem os conservadores liberais e os liberais conservadores (pode?). Na verdade, é natural do ser humano discordar em algum momento de sua vida sobre alguma coisa. Isto faz parte de sua natureza, Deus o fez livre para pensar, opinar e seguir caminhos. Está aí o exemplo de Adão.
Tem um programa na RIT que gosto de assistir e recomendo aos meus leitores, o "Vejam Só". O apresentador, Éber Cocareli, um pastor presbiteriano, no canal da "Graça de Deus" (!), serve de moderador durante debate de determinado assunto com dois convidados especiais que defendem argumentos diferentes. O Pastor Éber, que pertence a uma linha teológica de princípios bem determinados, não se intimida diante de opiniões com as quais ele discorda e as ouve com maturidade e reconhecendo o direito do outro de se expressar. O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, pela RIT, às 22:00h.
O fato é que o Vejam Só nos dá a oportunidade de ver que, opiniões e pensamentos diferentes, é uma constante nas relações dos seres humanos, principalmente na religião.
No arraial gospel, por exemplo, principalmente no pentecostal, tem a ala que defende princípios relacionados com os usos e costumes que nos transportam aos anos de 1911, quase início do século passado, quando os missionários suecos fundadores da Assembléia de Deus chegaram ao Brasil. Podemos chamá-los de conservadores (mas só com relação aos usos e costumes), pois reverberam sobre moralidade e santidade e esquecem o que Jesus disse ser o principal, o amor.
Na maioria das vezes os princípios defendidos por esta ala, não estão relacionados com os teológicos, não tem fundamentação bíblica, nem sociológica.
Alguns se comportam como o cão Bolt, um personagem da animação gráfica dos cinemas, que cresceu fazendo um papel na TV de cão herói e que, com o passar do tempo, passou a crer piamente que era realmente um herói. Em algum momento da trama cinematográfica, Bolt encontra-se com uma gata que a considera alguém das "trevas", fruto de uma visão equivocada da vida e dos demais seres.
A necessidade de livrar sua dona de uma trama, o despertou para o fato de que ele não tinha poderes especiais e que teria que reformular seus conceitos e idéias para enfrentar adversidades reais. Bolt, precisou sair do mundo da fantasia televisiva e lidar com situações reais para então descer do pedestal que criaram para ele em seu mundo irreal.
Vale salientar que não falo daqueles conservadores que primam pela ortodoxia dos princípios do pentecostalismo, mas daqueles que teimam em sustentar um falso conservadorismo que não se sustenta teológica, filosófica e sociologicamente.
Este tipo de conservadorismo presente em minha denominação, Assembléia de Deus, e na maioria das denominações ditas pentecostais, tem seus pontos questionáveis:
Falta de fundamentação bíblica: os textos usados são fora de contexto e não subsistem ao simples exame exegético.
Falta de fundamentação Filosófica: a argumentação é ilógica e a linha de pensamento fere a razão.
Falta de fundamentação sociológica: ignora as transformações sofridas pela sociedade, o contexto cultural e as mudanças no pensamento da comunidade.
Inversão de valores: exaltam valores secundários em detrimento dos primordiais. Cabem perfeitamente no que disse Jesus em Mateus 23:23 - "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas."
Argumentação com vestígio de intolerância: a intolerância, o julgamento do estereótipo das pessoas, revelam ódio, discriminação.
Não defendo liberalismo, mas um conservadorismo baseado na defesa de valores fundamentais da fé cristã, que se sustente teologicamente, que tenha linha de pensamento coerente e que se contextualize.

Após criticar evangélicos, Globo decide cortar cenas gays de Insensato Coração


Texto publicado em 20 de Julho de 2011 - 14h39
Fonte: Portogente



No capítulo desta segunda-feira, 18, o personagem gay “Chicão” (foto) vivido pelo ator Wendell Bendelack, disse ser discriminado pelos seus pais por influência de um pastor.

“A minha mãe só fala comigo para me dar sermão; o meu pai nunca passou de ‘bom dia’ e cascudo. Os dois vão na conversa do pastor da igreja deles e me tratam como se eu fosse o ‘fim do mundo’”.

Esta foi a frase dita pelo personagem gay “Chicão” no capítulo desta segunda-feira, 18, na novela “Insensato Coração”, quando ele pedia desculpas a sua patroa, Sueli, interpretada por Louise Cardoso, que na trama, descobre que tem um filho gay.

Durante vários dias seguidos, a emissora global exibiu cenas de alguns personagens da novela se confrontando verbalmente sobre o tema “homossexualismo”. Nas cenas, enquanto uns não aceitavam, outros diziam que a não aceitação seria “homofobia” e que já existia no Congresso uma lei que iria tornar a homofobia, crime, punível com prisão.

O exagero destas cenas e a perda de 8% do ibope este ano, talvez tenham alguma relação, e possam ter sido decisivos para que a emissora resolvesse “jogar um balde de gelo nos gays” da novela, como afirma a colunista da Folha de São Paulo, Keila Jimenez.

A Folha de São Paulo apurou que os autores da novela, Gilberto Braga e Ricardo Linhares, foram chamados na semana passada para uma conversa com o diretor-geral de entretenimento da emissora, Manoel Martins. Na pauta: a determinação da Globo para que a história dos homossexuais Eduardo (Rodrigo Andrade) e Hugo (Marcos Damigo) fosse completamente esfriada no folhetim.

As novas cenas de Hugo e Eduardo, assim como as cenas de conversa sobre o assunto entre Eduardo e sua mãe, vivida por Louise Cardoso, serão inutilizadas.
Aos autores e atores a Globo pediu silêncio. Nada de instigar o beijo gay nem a ira de entidades que possam encarar a iniciativa como preconceito. A ordem é esfriar o assunto sem polemizar.

Além do corte das cenas, os autores foram instruídos a não carregarem bandeira política, a pararem de fazer apologia pela criação de uma lei que puna a homofobia. Já as cenas engraçadas do personagem Roni (Leonardo Miggiorin) estão liberadas.

Procurada, a Globo, via assessoria, diz que a televisão é um veículo de massa que precisa contemplar todos os seus públicos e faz parte do papel da direção zelar para que isso aconteça.

Fonte: Folha Gospel /Enfoque Gospel

21 de jul de 2011

Encontro de Mulheres na Adesal São Cristóvão: Cura e Adoração

Irmã Ivonildes ministra sobre adoração.
"Curadas Para Adorar", foi o tema do Encontro de Mulheres realizado na Sede do Setor 11 da Adesal São Cristóvão. A Igreja que está sob a liderança do Pastor Carlos Tolentino, recebeu mulheres das Congregações do Setor, de outros setores e outras denominações. Este é o primeiro de uma série de encontros que serão realizados no setor sob a coordenação da esposa do Pastor Carlos, irmã Ivanildes.
Dra. Carolina ministra sobre cura da alma.
A convidada especial, que também é filha do casal de pastores e Médica do Trabalho, Dra. Carolina Almeida, falou sobre Cura da Alma e levou os presentes a refletir sobre as possíveis feridas da alma e sua cura em Jesus e numa vida de comunhão com Deus. A palestra foi seguida de um momento de quebrantamento e adoração. Ao abraçar algumas irmãs, a Dra. Carolina confortou e ministrou ao coração de mulheres que se sentiram renovadas com o gesto terapêutico da ministrante.
Mulheres atentas às ministrações.
Após o lanche e mais um momento de louvor a Deus, a Irmã Ivanildes ministrou com muita propriedade sobre adoração. Na palestra, evidências bíblicas sobre o propósito da existência da Igreja, foi aos poucos sendo reveladas de forma didática e descontraída.
O encontro que aconteceu dia 09/07, das 15:00 às 20:00h., proporcionou às mulheres presentes oportunidade para refletir sobre seu valor e da importância de estarem curadas para adorar a Deus.
Ao final, percebia-se o clima de renovação e alegria no semblante de cada mulher que entre si se confraternizavam e já criavam expectativas para o próximo encontro. O Pastor Carlos aproveitou a reivindicação dos homens presentes e marcou para o mês de agosto, o encontro de Homens do Setor.
Veja abaixo mais fotos:
Pr. Carlos ora por cura e restauração.

Oração e louvor marcaram o encontro.

Irmã Ivonildes apresenta sua filha, a Dra Carolina.

O abraço da ministrante: conforto e ânimo.

hora do lanche!

Houve sorteio de brindes


20 de jul de 2011

O Amor de Nossa Sociedade e o Dia do Amigo

O amor de nossa sociedade é tudo, menos amor. Que o digam os filmes, as novelas, os comerciais de TV e os especialistas no comportamento humano de plantão. Procurando definir o amor, eles tecem um tapete brasileiro com linhas americanas, hollywoodianas, principalmente se for o amor que no grego bíblico é conhecido como "eros" ("ἔρως").
Na saga Crespúsculo, ele é mórbido, sombrio e versado em tom trágico. Para Shakespeare, ele é impossível de se viver, principalmente se for entre pessoas de diferentes classes sociais. Para as novelas globais, é banal, é sexo e nada mais, só dura enquanto houver juventude e libido.
Para os que se autodenominam intelectuais modernos, ele não tem gênero, pode acontecer entre pessoas do mesmo sexo.
Para Arnaldo Jabor, Rita Lee e Roberto de Carvalho, o amor anda na contra mão do sexo, um expressa uma coisa, o outro, outra. A idéia é que se pode fazer sexo sem amar, e, ao amar, o sexo perde a graça.
E se o amor for aquele conhecido como philos, que expressa amizade, ah, para este aí não há mais lugar, já se tornou nosso parente desconhecido. Ele morreu vítima do egoísmo de nossa sociedade capitalista e imediatista. Que se dane se o cara dirigindo atrás do meu carro está com pressa, a preferência é minha. Que exploda o vizinho de raiva com o som alto da música que toco. Que morra na estrada o cara que pede ajuda porque o pneu do seu carro furou; e se for um ladrão?
Não, o irmão que se senta todo domingo ao meu lado, eu não sei o seu nome, nem onde mora e por quais circunstâncias ele está cercado. Não, não posso dar uma oferta especial para quem quer que seja, meu dinheiro é para minha família, é para minhas economias. Por favor, não insista, não posso levar aquela anciã em casa em meu carro, amanhã é segunda-feira, precisarei acordar cedo. Não teria o Pastor obrigação de fazê-lo?
Diante desta tragédia de sentimentos e valores vivida por nossa sociedade, pela família, pela igreja, é estranho ouvir o Profeta da Galiléia dizer:
"Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus." Mt. 5:44
Amar se tornou um desafio, uma expressão utópica que só se ouve dos lábios do estranho, daquele que não é mais deste mundo, apesar de viver nele. Daquele que teve uma experiência mística com o Filho de Deus, que teima em andar na contra-mão deste mundo pós moderno.
Amar se tornou um ato religioso e fruto de uma mente alienada, que vive aquém dos conceitos desta era de novas definições e reformulações dos padrões éticos e morais.
Todavia, amar é arma. Jesus choca sua sociedade quando pronuncia a verdade de Mateus 5:44. Ele a desafia a usar o amor como arma na direção de seus inimigos. Amar aqui, é fazer com o outro o que ele nunca faria para ou por você, desarmando-o da idéia errônea que alimentava acerca de você. A Parábola do Bom Samaritano é um dos mais belos exemplos deste princípio. O inimigo religioso ou político, pode ter atitudes de amor, pode expressar este amor.
O amor da Igreja não pode ser o mesmo amor pregado por esta sociedade. O amor da Igreja, do salvo, alcança o vizinho, o colega de trabalho, o cara nervoso e perverso no trânsito, o funcionário mal humorado da repartição pública, o mais simples e desafortunado irmão na fé. Nosso amor não pode ser o desta sociedade, mas precisa ser para com esta sociedade.
Pensemos nisto antes de COMEMORAR O DIA DO AMIGO...

15 de jul de 2011

Relatório do Pastor Raimundo Campos: "Novos Desafios em Mundo Novo e Região"

Postagem do Blog da Semadesal

Terreno doado por novo convertido
na Faz. Pedra Branca.
Paz e graça a todos.
Louvo a Deus pela vida dos diversos irmãos em Cristo que tem orado e contribuído com o nosso ministério em Mundo Novo, Bahia, estrada do feijão.
Culto em Indaí:
Miss. Paulino ao microfone
Estive em visita ao campo de 11 a 15/07, participando dos cultos e dos trabalhos evangelísticos na cidade. no Povoado de Indaí e na Fazenda Pedra Branca. Na cidade de Mundo Novo o número de fiéis está crescendo. Abrimos um ponto de pregação no recém inaugurado conjunto habitacional da Portelinha, bairro da cidade. Lá, alugamos um espaço e pagamos aluguel no valor de R$ 80,00 mensais. Já temos 3 candidatos ao batismo que acontecerá dia 15 de outubro, quando levaremos uma Caravana dos Setores de São Cristóvão, Itapagipe e Rio Sena. Na ocasião consagraremos ao Presbitério os Missionários Pedro Henrique, responsável pelo trabalho em Mundo Novo, e Paulino, responsável pelos trabalhos em Indaí e Fazenda Pedra Branca.
Ponto de pregação na Portelinha.
E por falar no povoado, ao visitá-lo no dia 12, encontrei a Igreja firme e alegre e a presença de mais 5 novos convertidos. No dia seguinte, 13/07, visitamos alguns lares, oramos por várias pessoas, a maioria demonstra interesse em conhecer o Senhor e receber oração.
Já na Fazenda Pedra Branca, fomos ver o terreno doado. Temos também 2.500 blocos doados e eu levei uma oferta de irmãos de Salvador para comprar a caçamba de pedra para o alicerce do templo. Foi muito bom ver o terreno e encontrar o irmão Marcos, que de coração aberto doou a porção de terra que mede 7m de largura por 12m de comprimento, uma benção para esta região, pois os cultos na Fazenda ainda é feito na sala da casa do irmão Argemiro que com muita alegria nos recebe e, ao final de cada culto, serve um delicioso lanche para os convidados, a maioria católicos.
Os cultos tanto no Povoado, quanto na Fazenda tem uma ótima frequência e é sempre muito alegre, sentimos realmente a presença de Deus.
Orando pelo povo da
Fazenda Pedra Branca
No dia 31 de julho iniciaremos a EMAD em Mundo Novo com um culto de ação de graças e a aula inaugural; já temos vinte irmãos matriculados, incluindo de outras denominações.
Em agosto levaremos a Tia Rai, Missionária de Crianças, para realizar simpósios para líderes de crianças e trabalhos evangelísticos para a garotada. A expectativa é que alcancemos muitas vidas, inclusive a dos pequeninos.
Bicicleta comprada com ofertas de irmãos
de Salvador.
Uma conquista simples, mas importante, foi a aquisição de uma bicicleta 0 km, de 18 marchas para o Missionário Pedro fazer visitas. A cidade de Mundo Novo tem muitas ladeiras e enquanto a moto não vem, achamos por bem dar-lhe uma bicicleta, com a qual o missionário já começou o trabalho de visitação.

Motivos de oração:
  • Pela salvação das vidas na região de Mundo Novo;
  • Pela EMAD (Escola de Missões da Assembléia de Deus) que começará no dia 31/07;
  • Pela presença da Tia Rai em Mundo Novo num período de 3 meses, para que o Senhor a guarde e lhe dê mais sabedoria no exercício de seu ministérios com as crianças;
  • Pela construção do templo na Fazenda Pedra Branca, a fim de que os recursos cheguem;
  • Pelo ponto de pregação no bairro da Portelinha, um conjunto habitacional recém inaugurado em Mundo Novo, onde temos um espaço alugado por R$ 80,00;
  • Para que nossas despesas sejam pagas em dia.
Que o Senhor Jesus recompense poderosamente cada mantenedor.

10 de jul de 2011

Resposta aos Anônimos e perfis fakes

É óbvio que todos nós blogueiros, gostamos de abrir nosso email ou o famoso "painel" do blog e encontrar "comentários que precisam ser moderados". É sinal que o blog está badalado, que tem gente lendo seus artigos, pensamentos, desabafos, etc. Blogueiros como eu, que ama a discussão fundamentada, a arte do debate ético, da discrepância no campo das idéias, vê nos comentários a oportunidade para exercitar tudo isto. Na verdade, se eu quisesse mostrar que meu blog é bastante lido, postaria toda sorte de comentários que me mandam, principalmente aqueles dos famosos (?) anônimos e com perfis fakes. Acontece que tanto um como o outro, na maioria das vezes, não tem capacidade de argumentação e se refugiam na única coisa que sabem fazer: denegrir, xingar, ofender, "desafiar".
Não, não respondo a este tipo de gente, não posto seus comentários, não perco tempo com gente que propositalmente deturpa minhas palavras. Porque? Simples, é que quando posto algo que sei que poderá polemizar, o faço sem agredir quem quer que seja moralmente.
Por exemplo, quando me oponho à maneira truculenta como a CEADEB trata os assuntos em relação a Adesal, embora sua "guerrinha" devesse ser contra o Presidente da Igreja de Salvador, e não contra os fiéis da instituição, não o faço atacando a moral de quem quer que seja, como alguns perfis fakes fazem, mas denunciando a falta de ética e coerência da instituição que deveria ser moderadora, que deveria resolver conflitos e não causá-los.
Não acho que só eu tenha o direito de expressar a opinião de que a CEADEB é injusta, é truculenta e comete os mesmos pecados ou piores que aqueles de que acusa a Adesal. Penso que outros teem o direito de achar que a CEADEB é que é vítima neste processo, que teem o direito de defender a CEADEB e ficar ao seu lado. Respeito isso, embora não concorde.
Também não sou nenhum alienado que pensa que a Adesal é certinha e a CEADEB é o demônio, não. Aliás, se faz necessário dizer que nem uma instituição, nem outra tem alguma coisa haver com esta guerra medíocre que já aniversariou. As Diretorias de ambas as instituições, estas sim, são as que falharam no processo de negociações e acordos. A CEADEB é a associação de ministros das Assembléias de Deus na Bahia, onde estão associados muitos homens de Deus, enquanto que a Adesal é a Assembléia em de Deus em Salvador, é a organização, mas antes é o organismo vivo, composta por servos de Deus, gente que recebeu Jesus como Salvador e marcha para o céu.
Não meus caros, a Adesal, a Igreja de Salvador não tem haver com este ridículo, tanto quanto vários ministros da CEADEB também.
Admiro quando alguém discorda de mim, mas não envolve seus sentimentos em relação à minha pessoa, mas às minhas idéias. Quando encontro alguém assim, percebo que deve ser alguém com quem valha a pena o debate.
Paulo era hábil na arte de discordar sem criar inimigos. Discordou de Barnabé, discordou de Pedro a ponto de chamar-lhe atenção diante de outras pessoas, mas continuou respeitando e sendo respeitado por estes. Paulo não confundia determinadas posições éticas e filosóficas das pessoas com o que elas representavam para ele. Para o apóstolo dos gentios, a pessoa humana deveria ser respeitada, mesmo que esta andasse na contra-mão de seus pensamentos.
Portanto, caros anônimos e perfis (deixa eu mudar aqui) "indisponíveis", terei o maior prazer em publicar vossos comentários, desde quando entendam que para discordar, não se faz necessário atacar a moral e desrespeitar os outros.
Um grande abraço de alguém que os ama, embora não compartilhe das mesmas idéias e posições.

Pr. Raimundo Campos

Aguardando seu comentário.

7 de jul de 2011

Festa Preparada Para Comemorar a Derrota da Adesal é Frustrada

Uma guerra desnecessária e insana orquestrada pela CEADEB contra a Adesal, vem tomando corpo desde que a CEADEB resolveu, a qualquer custo, apossar-se da Assembléia de Deus em Salvador. O argumento enganador de que a Adesal é rebelde e se levantou contra a Convenção, é usado por todos os cantos da Bahia. A CEADEB, ferindo seu próprio estatuto, que diz que ela deve funcionar como moderadora, difundindo paz e garantindo o bem estar das Assembléias de Deus na Bahia, promoveu uma guerra fria e fomentou entre os assembleianos inverdades que nunca pôde provar. Aliás, prova foi o que faltou na audiência de hoje, 07/07; audiência tão esperada, principalmente por alguns ex-pastores setoriais, que se tornaram "Presidentes" de campo forçadamente.
A notícia que se espalhou e tomou corpo entre "crentes" ávidos por vingança, foi de que dia 10/07, próximo domingo, haveria posse dos tais, em templos da Adesal. Uma grande festa para comemorar a suposta derrota da Adesal, era, na verdade, um ardil que contradiz com o espírito de amor e paz que deve haver entre os verdadeiros cristãos.
Todavia, hoje, 07/07, na sala de audiência da 13ª Vara Cível, onde presente se achava o MM Juiz de Direito, Dr. Antonio Serravale Reis, chegou-se a conclusão que "não há provas a produzir em audiência".
A decisão calou o grito de festa e agora alguns pastores que cantaram vitória antes do tempo, terão que ter um bom argumento para ovelhas que continuam ouvindo factóides.
Não sabemos o que será do amanhã, só sei que, errados ou certos, ambas as partes deveriam buscar a paz e procurar viver em harmonia, pois a CONFRAMADEB é uma realidade, independente dos processos movidos contra a Adesal que não tem nada haver com a briga da Convenção.

ABAIXO CÓPIA DO TERMO DE AUDIÊNCIA

6 de jul de 2011

1º Treinamento Para Secretários de Missões Realizado com Sucesso

O Seminário para Secretários de Missões da Semadesal foi uma benção, confira aqui, reportagem do Blog da Semadesal.
.
Líderes de Missões da Adesal e de outras denominações
Pr. Dário durante ministração
Mais de 400 pessoas entre Coordenadores, Secretários de Missões, Pastores e obreiros de outras denominações, além de interessados na causa, compareceram ao 1º Treinamento Para Secretários de Missões, realizado pela Semadesal (Secretaria de Missões da Adesal), no dia 02 de julho, no último sábado, no templo da Paralela. O evento teve o objetivo de capacitar os já integrados nas atividades missionárias da Adesal e proporcionar preparo para os novos líderes de Missões . O Treinamento teve como palestrantes o Pr. Dário Gomes, Secretário Executivo da Semadesal que falou sobre "O Perfil e as Atribuições do Secretário de Missões". O Pr. Raimundo Campos, Secretário de Comunicação da Semadesal, ministrou sobre "Dinamismo nas Atividades Missionárias". Já a Palestrante convidada, Professora de Missiologia da FCT - Faculdade Cristã de Ciências e Teologia, Jurema Oliveira, abordou acerca da "Fundamentação Bíblica de Missões" e lembrou que missões é uma tarefa dada por Deus e não pelos homens.Nos intervalos das palestras houve intercessão, louvor e dinâmicas. Durante as intercessões e os louvores, um clima extraordinário denunciava a presença de Deus. Muitos líderes de missões confessaram se sentir mais responsabilizados pelo Espírito Santo em relação à tarefa de "segurar as cordas" para que os missionários no campo prossigam em sua caminhada..
O Missionário Osvaldo Jorge, que já foi Líder de Missões Urbanas na Jocum, apresentou uma peça comumente usada como estratégia nos evangelismos de rua. Um outro momento muito alegre do Treinamento foi o louvor dirigido pelos jovens Secretários de Missões da Adesal São Cristóvão, que louvaram a Deus em idioma africano, num ritmo alegre e descontraído. Ao final das plenárias, foi possível ouvir o testemunho impactante dos Missionários Enoque e Diná Porto que serviram ao Senhor durante onze anos em vários países da Ásia. Foram sorteados brindes e feito homenagens especiais aos Missionários Enoque e Diná e à Professora Jurema.
A Igreja Pentecostal Arca da Aliança, liderada pela Pastora Maria Chirlen Marques, que pessoalmente inscreveu trinta membros de sua igreja, compareceu ao evento, participando de todas as atividades. Líderes de Missões de outras denominações também se fizeram presentes.
Pr. Raimundo Campos: dinamismo nas atividades de missões
Este foi o primeiro de uma série de eventos que a Semadesal realizará a fim de ferramentar os obreiros de missões da Adesal. Ainda durante o evento já se anunciava a Vigília Missionária que terá como foco a 1ª Mobilização Missionária da Semadesal a ser realizada em Setembro próximo. Segundo a Secretária da Semadesal, Andréa Reis, "o evento superou as expectativas, o pessoal que trabalha com missões faz parte de um público seleto que valoriza a capacitação. Creio que colheremos muitos frutos deste trabalho, pois ainda antes de terminar o seminário muitos já confessavam se sentir mais animados".



Pastora Gil, Igreja Arca da Aliança





Missionários Enoque e Diná compartilham experieências.

Missionárias Jurema e Diná, homenageadas pela Semadesal

Hora de pegar o material

Uma réplica de refúgio dos cristãos perseguidos foi montada
pelos Secretários de Missões da Adesal São Cristóvão.

O templo da Paralela ficou lotado

Stands foram montados para proporcionar aos inscritos acesso
à literatura de missões.

Dinâmicas durante os intervalos.

Pr. Felipe, Diretor da Semadesal usou a palavra.

Miss. Jurema: Missões uma tarefa de Deus aos seus escolhidos
Fonte: Semadesal

Oremos Pelo Pastor Yousef

Convocamos todos os irmãos e leitores de nosso Blog para uma mobilização de oração em favor do Pastor Yousef; ele foi condenado a morte pelo Supremo Tribunal do Irã. A sentença foi revogada esta semana, mas para continuar vivendo ele tem que renunciar sua fé. Acesse ao site dePortas Abertas e saiba mais.
Revogada a sentença de morte do pastor Yousef
Pastor Yousef Nadarkhani
IRÃ (2º) - Em entrevista à agência de notícias France Presse, o advogado do pastor iraniano Yousef Nadarkhani, Mohammad Ali Dadkhak, anunciou que a sentença de morte por apostasia de seu cliente foi revogada.

O advogado revelou que o veredito foi lido para ele por telefone. A France Presse conversou com Mohammad Ali Dadkhak, mas os contatos da Portas Abertas ainda não confirmaram a informação.

“O Supremo Tribunal anulou a sentença de morte e enviou o processo ao tribunal de Rasht (sua cidade natal), pedindo que o acusado se arrependa”, disse Mohammad Ali Dadkhak. Isto significa, de acordo com o advogado, que as autoridades ainda mantêm a esperança de que Yousef volte à fé muçulmana e farão de tudo para pressioná-lo.

História
Yousef Nardakhani, agora com 32 anos, se converteu do islamismo ao cristianismo quando tinha 19 anos e tornou-se pastor de uma pequena comunidade evangélica no Irã.

Ele foi preso em outubro de 2009 e condenado à morte por apostasia sob as leis islâmicas do Irã, a Sharia, que permite sentença de morte. Esta sentença só poderia ser revogada se o condenado se arrependesse e renunciasse à sua conversão a outra religião.

Depois que sua condenação foi confirmada pelo tribunal, em setembro de 2010, Nadarkhani tentou ir contra a sentença. A esposa dele, que foi também presa e condenada à prisão perpétua, foi libertada após apelação ao tribunal.

Para saber mais sobre esse caso, clique aqui

5 de jul de 2011

CEADEB INVESTIGA SUMIÇO DE DINHEIRO NA CEADEB - PREV

Apesar do site da CEADEB informar que a AGE de março em Feira de Santana tinha como finalidade a discussão acerca do estatuto da CEADEB - PREV, ela também instaurou uma comissão "para investigar e responder os questionamentos acerca do paradeiro do dinheiro arrecadado dos convencionais; chegam a milhões!" (Blog do Pr. Dário Gomes).
A comissão composta dos Pastores: Evilásio Bastos, Otávio Rendeiro, Edivaldo Filho, Antonio Walter e Cleudson Carlos, começou um processo investigativo que resultou no afastamento do Presidente da CEADEB-PREV, Pr. Mário Benedito. Segundo relatório da comissão que investiga irregularidades na instituição, a mesma criou dificuldades durante o levantamento de informações.
Ainda segundo o site, "com as mudanças aprovadas, a CEADEB-PREV enxugou o estatuto social, retirou artigos que diziam respeito aos regulamentos dos planos de previdência privada e agora está, com maior clareza, autorizada a terceirizar os serviços técnicos, focando prioritariamente em suas atividades fins: prestar serviços de assistência social aos membros da entidade.

Dentre as modificações, os membros da CEADEB-PREV se comprometeram a contribuir mensalmente com uma prestação básica equivalente a 20% do salário mínimo, adequando-se aos planos previdenciários ofertados pela LUTERPREV, parceira da instituição a partir de 2011".


Durante a última AGO, ocorrida de 29/06 a 02/07, em Vitória da Conquista, o Pr. Egídio Rosas foi indicado como interventor até que se passe o processo investigativo.
A investigação é salutar e faz parte do processo democrático de qualquer instituição. Mas se faz necessário lembrar que a Adesal e seus ministros foram acusados pela CEADEB e seus pares, de todas as formas, por emails, cartas, postagens em blog, etc, por irregularidades e outros males e agora se vê que problemas tem em todos os lugares. O importante é comportar-se desta forma: instaurar processo investigativo, punir culpados e ser transparente com os contribuintes.


Fotos: CEADEB

3 de jul de 2011

Pr. Israel Alves Fala Pela Primeira Vez em Seu Blog Sobre o Surgimento da Conframadeb e suas Implicações



COMO SURGIU UMA NOVA CONVENÇÃO DA AD NA BAHIA

A CGADB tem registrada hoje em torno de 60 convenções regionais ou estaduais. Não existe nada de errado ter uma nova convenção em qualquer Estado da federação. Só lamento que muitas delas surgiram por falta de entendimento entre servos de Deus. Para nós participantes da nova convenção(CONFRAMADEB - CONVENÇÃO FRATERNAL DOS MINISTROS DA ASSEMBLEIA DE DEUS DA BAHIA), sem dúvida foi uma grande vitoria quando na última assembleia Geral da CGADB em Cuiabá nossa convenção foi aprovada com apenas 10 votos contrarios. O Brasil assembleiano entendeu que não tinha outra opção a não ser ter uma nova convenção em nosso Estado. Lamentamos que o surgimento de uma nova convenção foi fruto de uma crise entre a CEADEB e a igreja As de Deus em Salvador. Como estamos há um ano em um conflito tremendo entre irmãos, gostaria de trazer algumas explicaçoes, haja vista que as pessoas não tem a nossa explicação por completo, pois temos sido econômicos para evitar aumentar a crise, mas algumas pessoas como um pastor que acompanha o meu blog e já mandou duas mensagens que não publiquei pois entendi que ele não tem a informação correta do que está acontecendo. vou citar as responsabilidades do que está aconecendo no meu ponto de vista.
1 - RESPONSABILIDADE DA CEADEB - Há um ano atrás a ceadeb fez uma assembleia geral para tratar de um assunto relacionado com a nossa igreja e a diretoria da mesma. Esta assembleia geral foi baseada apenas em boatos. Boatos de que estávamos nos separando daquela convenção. Fizeram uma Assembleia geral para tratar assunto da ADESAL sem convocar o presidente e diretoria da igreja. Naquela Assembleia decidiram que iam mandar cartas contra a pessoa do pastor da igreja, que iam colocar a igreja na justiça e que iam prejudicar em tudo a igreja. e fizeram
- Naquele mesmo dia veio uma comissão falar comigo trazendo algumas propostas, incusive para deixar a direção da igreja. Eu pedi uma semana para orar com os pastores de Salvador e depois daria a resposta. Só que aí está a coisa mais grave que a ceadeb cometeu, não respeitou a semana de oração. No meio daquela semana decidiram dividir a igreja de Salvador. E alguns pastores de setores de forma ilegal resolveu assumir com ondem da ceadeb as igrejas como presidentes delas, causando uma rebelião e divisão promovida por quem tinha que preservar a unidade. Ficaram ilegalmente com mais de 60 igrejas que pertenciam a ADESAL, incusive templos que existiam construidos pela igreja antes da ceadeb existir. Isto resultou em perdas espirituais, com muitos desviados, perdas de bens, perdas financeiras.
- A CEADEB mandou 20 mil cartas cheias de mentiras contra o pastor da igreja para desestabilizar a fé do povo, colocando dúvida no coração do povo. O prejuizo que a CEADEB trouxe para a igreja do Senhor só a eternidade vai revelar.
- Alem disso mandaram cartas mentirosas contra minha pessoa para todas as convenções filiadas a CGADB, atacando minha pessoa e minha imagem. Não fiquei pior pela misericordia de Deus e pela falta de credibilidade do presidente da ceadeb. Como pastores são pessoas mais instruidas, não é tão facil enganar. Os pastores logo perceberam, por exemplo que os cheques que eles estavam denunciando, não tinham ido no banco e que a maioria ainda ia vencer. Para os incautos passou como cheque sem fundo.
- A ceadeb foi ao jornal a tarde e promoveu um escandalo contra a igreja, prejudicando não só a Assembleia de Deus, mas todas igrejas evangélicas.
- A ceadeb foi á justiça contra a igreja. A igreja é ré neste processo. tambem contra mim e outros pasores solicitando ao juiz para nomear um pastor para a igreja. Isto é certo? é bíblico? pois é isto que está pedido no processo que será instuido e julgado no proximo dia 7
- A ceadeb entrou na justiça para cancelar consagração de obreiros em nossa igreja. Você acha que isto é correto? Quem manda na igreja é Deus ou o poder público. Inda bem que o juiz tem juizo e não segue a cabeça de obreiros que se dizem homem de Deus e fazem bobagens como estas

NOSSAS RESPONSABILIDADES. Alguem quiz passar a ideia que dividimos, mas dividimos o que? Se nossa igreja perdeu mais de 60 igrejas. Se levaram de nosos templos os bens internos como som, cadeiras etc. Se fosse nós que fizéssemos isto seriamos chamados de ladrões. Mas o que eles fazem tudo é correto.
- Desligamento da ceadeb. Quando eles dividiram a igreja, nós entendemos naquele momento que não tinha como ficar filiado a uma instituição que não respeita uma igreja. 82 pastores se desligaram da ceadeb.
- Nos filiamos a CIMADEC, uma convenção de amigos nossos no estado do Ceará
- Organizamos uma nova covenção chamada CONFRAMADEB. É bom lembrar que não é ilegal ter uma nova convenção. O estatuto da convenção geral prevê e regulamenta surgimento de novas convençoes. Então estas loucuras e argumentos irresponsáveis nos chamando de rebeldes e divisores não passa de intriga da oposição.
- Entramos na justiça para reaver nosos templos. todos que foram julgados foram devolvidos pela justiça pois tomaram bens que não lhes pertence. Pode demorar ou não mas todos os templos voltarão para o legítimo dono, que é a ADESAL.
- Não podemos negar que somos responsáveis pois já havia antes um debate sobre dever ou não dever dinheiro a CEADEB. A adesal não é filiada a ceadeb e nunca foi, pois a mesma é anterior a ceadeb. Não existem filhos que nascem antes dos pais. A Ceadeb explora as igrejas de forma terrível. Nossa igreja que gastou com a ceadeb entre 200 e 300 mil por ano. A única coisa que recebemos de volta foi calunia, desrespeito e difamação. A igreja desfrutou o que dos milhões que a ceadeb recebeu? A igreja pagou para apanhar.
Uma coisa me chamou muito a atenção, se a ceadeb entrou na justiça para tomar a igreja para ter o dominio sobre ela porque a dividiu e a esfacelou antes de uma decisao judicial? Será pelo prazer da violencia? Será prque já tinha certeza que não iria ganhar na justiça? É bom dizer que a igreja está muito prejudicada e vulnerável, por causa dos boatos, violencia e açoes irresponsáveis de pessoas ligadas a ceadeb, inclusive com carta de emancipação assinada pela diretoria da ceadeb.
Fica uma pergunta no ar: Porque uma convenção dirigida por homens de Deus se esforçaria tanto para destruir uma igreja?
Quero encerrar pedindo oração pela igreja na Bahia e informando a todos que não respondemos no jornal a tarde, não respondemos as cartas caluniadores, não falamos mal dos líderes da ceadeb, inclusive reunimos os obreiros e pedimos aos mesmos que orientasse o povo a respeitar a unção do presidente da convenção e até daqueles que ficaram com nossos templos. Tenho a conciencia tranquila que não pequei contra Deus tocando nos seus ungidos.
Depois de um ano de pressão intensa, de lutas terriveis, podemos afirmar que Deus continua no meio do seu povo e a igreja continua vencendo desafios. Só como exmplo posso citar, em novembro do ano passado batizamos em torno de 2500 pessoas e agora no batismo do centenário batizamos mais 1000 pessoas. Em torno de 3500 pessaos foram batizadas em apenas 7 meses. A igreja está viva e atuante. Com certeza está sofrendo, mas resistindo firme, esperando na vitoria que vem do Senhor.
Orem por nós.