30 de out de 2012

Vendaval em Nova York X Chuvas Anuais de Salvador


Nova York tem mais de 8 milhões de habitantes, mais de 18 em sua área metropolitana. O IBGE de 2010 apontou Salvador com um número de habitantes em torno de 3 milhões e sua região metropolitana com mais que isso. Bem menor que Nova York! Mas a cidade mais populosa dos Estados Unidos mostrou de ontem para hoje que está preparada para enfrentar, não só uma chuva anual já prevista não, mas um inusitado furacão com velocidade de 1.600 Km/hora! A prefeitura alertou em tempo hábil a população, preparou os locais públicos, como escolas, com camas, roupas, água e alimentação. Formaram barricadas em pontos críticos da cidade e garantiu ao cidadão novayorkino, a condição de evitar uma catástrofe ainda maior. A reportagem da Rede Globo informou que grande parte da população não estava mais na cidade antes mesmo da chegada do furacão. O mundo se espantou com o número de mortes até o momento, 16. Se esperava bem mais!
Ano que vem, Salvador enfrentará as chuvas de verão, aquelas que todo ano causa sérios prejuízos ao soteropolitanos. Ruas intransitáveis, desabamentos de casas, asfaltos quebrados, bueiros neutralizados pelo lixo da cidade. Aliás o volume desse lixo aumentou este ano com o material dos "santinhos" usados pelos políticos que disputaram o poder executivo da cidade. O mesmo poder executivo que já deveria ter tomado providências em relação às chuvas de 2013, as mesmas que causam caos em nossa cidade todos os anos!
As imagens divulgadas durante e depois do furacão, são apocalípticas. O repórter global Jorge Pontual transmitiu as últimas notícias esta manhã pela internet. Se o tal furacão fosse em Salvador, talvez, eu não estivesse escrevendo este artigo, porque não teríamos se quer, internet!
Em Nova York o transporte público presta um serviço de tanta qualidade que, de cada três pessoas que tem carro, só uma o usa diariamente! Eles tem 468 estações, 340 Km de trilhos, 24 linhas e um sistema online que informa o tempo todo se há problema ou atraso nos trens e ainda indica alternativas. Uma cidade como esta, com políticas de infraestrutura avançadas, só poderia ser uma cidade preparada para o caos.
Uma certo artigo que li, diz que a política novayorkina é feita com inteligência, apesar das falhas que ainda existem. Um serviço de inteligência instalado no centro da cidade recebe notícias da Estação Nacional do Tempo e estabelece ações em favor dos habitantes. Não é apenas questão de dinheiro, é investimento em políticas práticas de prevenção. 
Nossos políticos de Salvador investem milhões em propaganda e campanhas que atendam seus interesses e permitem propositadamente a morte e a desgraça todos os anos, de centenas de famílias nesta cidade desorganizada e abandonada por um bando de políticos que está aí a anos e nada fazem por ela.
Que Deus não permita que furacões como o que assaltou Nova York assaltem também nossa cidade, pois, se isto acontecer, eles (os políticos) estarão a salvos e o povo, morto!

Nenhum comentário: