26 de mai de 2012

Rodoviários aceitam decisão do TRT e encerram greve




Presidente do Sindicato determinou que os trabalhadores voltem ao trabalho imediatamente.



Da Redação 
atualizada às 11h48

Depois de quatro dias, a greve dos rodoviários chegou ao fim. Em assembleia na manhã deste sábado (26), no Sindicato dos Eletricitários, a categoria decidiu aceitar o aumento concedido pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) no julgamento do dissídio coletivo. 

Durante a assembleia, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Manoel Machado, determinou a volta imediata da categoria ao trabalho. Agora, os motoristas e cobradores estão se dirigindo para as garagens das empresas para retomar a circulação de ônibus nas ruas. 

No julgamento do dissídio, na sexta-feira, a desembargadora Maria das Graças Boness relatou que um conjunto formado por quatro desembargadores concedeu, após debate e votação, um aumento de 7,5% para a categoria, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), além do aumento do tíquete-refeição, de R$ 10,60 para R$ 11,22, e o retorno do quinquênio - benefício concedido a cada cinco anos de trabalho na empresa.

Na avaliação do presidente do sindicato, neste sábado (26), a categoria pôde avaliar que a decisão do TRT representou um avanço. “Sem a pressão emocional da sexta-feira, quando a categoria deixou o Tribunal, após o julgamento do dissídio, decidida a continuar o movimento, hoje foi possível fazer uma análise com mais tranqüilidade do resultado da campanha e concluir que houve ganhos", diz o presidente em nota divulgada pelo sindicato. 

Rodoviários se reuniram no Sindicato dos Eletricitários na manhã deste sábado (Foto: Divulgação)

O TRT considerou a greve abusiva e determinou que, se o Sindicato dos Rodoviários (Sintroba) não retomasse as atividades ontem, a categoria pagaria uma multa de R$ 150 mil, descontada diretamente da conta bancária da organização. Em seguida, a cada 24 horas seriam descontados mais R$ 50 mil, além de descontos dos dias parados. 

O Sindicato das Empresas de Transporte  (Setps) também será penalizado. A desembargadora determinou que os patrões paguem uma multa de R$ 75 mil no primeiro dia e R$ 25 mil nos subsequentes da paralisação. A avaliação dos desembargadores é que não houve pró-atividade dos patrões para que os rodoviários que quisessem trabalhar conseguissem colocar os ônibus nas ruas.




Durante a paralisação, população teve que aguentar volta para casa se apertando nos transportes disponíveis (Foto: Lorena Vinturini/CORREIO)
Os rodoviários reivindicavam reajuste de 13,8% no salário-base; retorno do quinquênio, retirado em 2006; e 30 tíquetes por mês de R$ 12. Os empresários ofereciam reajuste dos salários em 4,98%; se negavam a conceder o quinquênio; e queriam manter os atuais 26 tíquetes por mês de R$ 10,60.

Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes e Infraestrutura (Setin) diz que o desfecho da assembleia resultou "no melhor para a população, com o término da greve dos rodoviários, devendo os coletivos voltarem à circular normalmente ainda nesta manhã de sábado”. 

*Com informações do repórter Leo Barsan

FONTE: CORREIO 24H

24 de mai de 2012

ASSEMBLÉIA DE DEUS NO BRASIL É A PRIMEIRA DENOMINAÇÃO EVANGÉLICA A APRESENTAR PROJETO DE EVANGELIZAÇÃO NA COPA ÀS AUTORIDADES POLÍTICAS EM BRASÍLIA.

Pr. Raul Cavalcante: oportunidade
única de evangelismo às nações!
"Anunciar a mensagem mais alvissareira de todos os tempos, é o nosso objetivo", disse o Pastor Raul Cavalcante, Presidente do Conselho Nacional de Evangelismo e Discipulado da CGADB ao Dr, Flávio Dino, Presidente da EMBRATUR, convidado especial na reunião em uma das Plenárias no prédio da Câmara dos Deputados no Congresso Nacional, que debateu o Projeto "AD na Copa 2014. O projeto, nascido no coração do Pastor Raul, visa inserir no contexto da Copa 2014, voluntários nos diversos serviços oferecidos pela estrutura da Copa, que usarão da oportunidade para anunciar a mensagem do Evangelho. As oportunidades são muitas e únicas. Segundo o Dr. Flávio Dino, turistas de cerca de 200 países visitará o Brasil na ocasião, 20 mil jornalistas do mundo todo, já estão credenciados e se concentrarão no Rio de Janeiro. "As obras de primeiro ciclo, que dizem respeito às reformas e construções dos estádios", disse o Dr. Joel, do Ministério dos Esportes, "já estão adiantadas", como é o caso da Fonte Nova na Bahia, com capacidade para 60 mil pessoas e já está com 54% da obra concluída.
Pr. José Wellington: a Assembléia de
Deus no Brasil não deve perder esta
oportunidade!
O Pastor Raul Cavalcante que também preside a Assembléia de Deus em Imperatriz, no Maranhão, e tem uma das Secretarias de Missões mais respeitadas da denominação, lembrou em seu discurso que, Deus escolheu um evento internacional, a Festa de Pentecostes, para derramar o Espírito Santo e inaugurar a igreja cristã. Foi uma oportunidade que não foi desprezada nem por Deus, nem pelos discípulos. Para ele, a Copa de 2014 é uma dessas oportunidades únicas que será dada à Igreja brasileira.
Já o Pastor José Wellington, Presidente da CGADB, falou que participou de reunião no Comitê Internacional das Assembléias de Deus e que os pentecostais do mundo inteiro vê nos pentecostais brasileiros uma referência e um povo com oportunidades de evangelização mundial como nenhum outro. Naquela oportunidade, segundo o Presidente da CGADB, foi apresentado um relatório que denunciava o decrescimento da denominação na Coréia do Sul. O Pastor lembrou que a Assembléia de Deus no Brasil deve ficar atenta para este fato e continuar sua tarefa de evangelizar e não perder oportunidades como a da Copa 2014.
Com o Pastor João Campos, Dep. Fed.
Presidente da Frente Parlamentar Evan-
gélica.
Também presente na reunião, o Assessor Especial do Ministério dos Esportes, Joel Benin, disse que a Copa 2014 deve ser vista sob duas óticas: primeiro, a da oportunidade que o Brasil terá de se mostrar ao mundo como uma Nação forte que vem vencendo a miséria e se firmando no cenário internacional como uma economia estável. Segundo, a do legado que a Copa deixará. Um legado físico, de grandes obras em áreas de esporte e lazer e de estrutura urbana e de transportes. Lembrou também que a Assembléia de Deus tem condições de fazer parte do contingente que passará ao mundo esta impressão, através de sua mensagem.
O Presidente da Embratur, Dr, Flávio Dino foi indagado por vários pastores e autoridades políticas. Perguntei-lhe se os órgãos ligados à organização da Copa nos estados, já tem planos elaborados e como o nosso projeto pode ser apresentado a eles. Ele falou que o COL (Comitê Organizador Local) deve ser procurado nos Estados e aconselhou que fosse feito com brevidade.
O Pastor Israel Alves, Presidente da Conframadeb e da Assembléia de Deus em Salvador, falou que a Copa proporcionará a oportunidade de fazermos campanhas contra a pedofilia, prostituição infantil, drogas, já que muitos estrangeiros vem ao nosso país à procura do mercado da prostituição e de drogas. Pastor Israel falou ainda da necessidade de usarmos a mídia televisiva e fez uma proposta ao Presidente da EMBRATUR, Dr. Flávio Dino, de conceder à Assembléia de Deus a oportunidade de inaugurar os Estádios em todo o país com Cruzadas Evangelísticas. O Dr. Flávio disse que isso é possível, mas que dependeria da formalização do projeto.
Durante a reunião, com presença de várias autoridades, como o Pastor João Campos, Deputado Federal e Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, Deputado Ronaldo Fonseca, Pastor em Brasília e integrante da CPI que investiga o bicheiro Cachoeira, Pastor Silas Câmara, Deputado Federal, vários pastores de diversos estados manifestaram suas idéias e discutiram o projeto que será formalizado pela Coordenação Nacional e entregue à Embratur e à FIFA.
Aqui na Bahia, já estamos discutindo algumas idéias e em breve  anunciaremos como a igreja e vários voluntário poderão fazer parte desta evangelização mundial. 
Você pode ser voluntário como;
 GUIA TURÍSTICO MISSIONÁRIO
MESTRE DE FUTEBOL (ENSINAR PASSES DE FUTEBOL E EMBAIXADINHAS AOS TURISTAS)
DISTRIBUIDOR DE LITERATURA 
SAMBISTA MISSIONÁRIO (ENSINAR PASSOS DE SAMBA AO TURISTA)
Além de outras modalidades que divulgaremos em tempo hábil. Para se inscrever, mande um email para soumissionarionacopa@hotmail.com e fale em que área você pode ser um missionário. Daremos cursos de idiomas e treinamento nas diversas áreas. 

22 de mai de 2012

Evangelização na Copa 2014 é Discutida em Brasília.

Paz. A Assembléia de Deus no Brasil resolve marcar a evangelização no Brasil através do Projeto "AD na Copa 2014". Estou em Brasília participando de reuniões na Câmara dos Deputados, onde ouvimos autoridades como o Presidente da Embratur, Dr. Flávio Dino, representante do Ministério dos Esportes e de outros órgãos envolvidos diretamente com o Comitê de Organização da Copa. O Presidente da CGADB, Pr. José Wellington e o Pr. Raul Cavalcante, Presidente do Conselho de Evangelismo e Discipulado da CGADB e Presidentes de várias Convenções Estaduais e Presidentes de Conselhos de Missões, também estiveram presentes e, juntos, debatemos o projeto que tende a crescer e ser um marco na história da evangelização da igreja brasileira. Todos nós tivemos a oportunidade manifestarmo-nos. À tarde, participamos de uma reunião com a Bancada Evangélica em um dos Plenários da Câmara onde estiveram presentes figuras importantes do cenário político nacional como Antony Garotinho e o próprio Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, o Deputado Federal e Pastor João Campos. Estamos saindo com o coração regozijado e esperança de realizar em nosso Estado uma evangelização estratégica na Copa de 2014 que redunde na pregação do Evangelho à várias nações e na salvação de vidas. Orem por nós!

17 de mai de 2012

Para Pensar e Mudar

A pior coisa da vida é quando não conseguimos ser aquilo que fomos criados para ser ou quando não fazemos aquilo que fomos criados para fazer. Pior ainda é quando vivemos uma vida para a qual não fomos criados. O resultado é uma frustração que desencadeia uma série de derrotas que poderão se tornar irrevogáveis. Tenho visto nosso cristianismo moderno e nossa adoração "extravagante" e "apaixonada", se transformar numa série de promessas antibíblicas e redundar numa filosofia barata e charlatanista.
Vejo as pessoas entrando e saindo dos cultos sem perspectivas e desiludidas, chorando suas dores e sem vivenciar nenhum consolo. Uma vida plena e cheia do Espírito Santo se tornou utopia. A verdadeira vida abundante parece mais um conto do imaginário cristão e a vida eterna se tornou numa fábula de um mundo longínquo. 
A pregação não mais toca as almas e não é mais capaz de ir até a divisão da alma e do espírito e não mais revela os segredos do coração dos ouvintes. Ao invés disso, transformou-se num repetir de velhos bordões e de gritos emocionalistas que não dizem mais nada.
Estamos vendo surgir uma geração longe do amor sacrificial e da verdadeira bondade, distante dos princípios mais elementares da Escritura Sagrada. Uma geração que grita, mas não louva, chora mas não se compadece, dança mas não adora. Uma geração que não mais influencia, antes adota padrões do presente século para agradar um público ávido por novidades. 
A ferida está se tornando incurável e o óleo que sara, já não se acha mais em "Gileade". Crentes indiferentes e de caráter duvidoso assumem postos antes ocupados por santos e fiéis. A nossa música  é de filosofia humanista e a inspiração se tornou em, apenas, uma capacidade poética. 
Os nossos ministros da adoração se tornaram "artistas" e nossos líderes espirituais, astros dignos de aclamação. Alegam ter uma "nova unção" (?) e viver sob uma autoridade "apostólica", pregando o "ano apostólico", ano de Elias", ano da restituição". São personagem principal, protagonistas, enquanto Cristo, um deus a seu serviço, um "impotente", escravo de sua "palavra", portanto, obrigado a atender aos caprichos desses "bispos" e "apóstolos"!
Enquanto isto, campeia o analfabetismo espiritual e a ignorância bíblica é a marca desta geração egoísta e sem amor a Cristo e sua palavra. O Evangelho pregado em nossos púlpitos não cumpre mais a tarefa de evangelizar, mas de entreter. O que mais importa é que todos se sintam bem. 
Fico imaginando Cristo em seu duro discurso vendo a multidão aos poucos se ausentar e abandonando-o. Qual foi a sua reação? Mudou ele a estratégia para ver de volta seus seguidores? Foi atrás deles persuadindo-os a voltar com a promessa de que mudaria sua homilia? NÃO. Antes, voltou-se para seus discípulos e perguntou-lhes se não queriam ir também. Pedro, naquele momento, percebeu que, apesar de serem duras aquelas palavras, eram verdades profundas e "palavras de vida eterna"! (Jo. 6:64-69).
No auge de seu ministério, com uma multidão à sua procura, disputando uma vaga nos barcos que faziam a travessia do mar da Galiléia, a fim de vê-lo, Ele, o Mestre do Amor, não teve receios em dizer: "Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes."(Jo. 6: 26)
Embora soubesse que dificilmente seria compreendido, Jesus pregou a mensagem que aquela geração precisava ouvir. Usou uma linguagem difícil e deixou uma mensagem de difícil aceitação. Se apresentou como o pão da vida, superior ao maná descido do céu na época de Moisés. Se mostrou como aquele que sacia a fome espiritual da humanidade. Aquilo era muita "presunção", deve ter pensado os judeus. Mas era esta a mensagem de Jesus da qual ele não abriria mão. Em seu discurso, denunciou a incredulidade de seus ouvintes (Jo. 6: 64). Tinha, como bom líder, a percepção de quem o seguia com o coração (Jo. 6: 64).
Algumas autoridades espirituais neste país, publicam artigos, promovem encontros, fóruns e debates para discutir a atual situação da igreja. No entanto, alguns desses líderes fazem parte de organizações religiosas que não estão interessadas em mudanças, outros são muito bons de discurso, mas quando voltam às suas denominações continuam como peças de uma engrenagem que favorece a atual situação.
Um grito precisa ser dado. Não, mais que um grito, uma atitude precisa ser tomada. 
Enquanto escrevo, me culpo, me cobro, me indago. Quando esta inércia dará lugar a um fogo consumidor que instintivamente nos empurrará às mudanças significativas, reflexo do meu protesto e da minha inconformação com o estado de coisas que aí está?
Enquanto isto, enquanto a mudança não vem, podemos pelo menos escrever, podemos pelo menos falar, aproveitar nossas oportunidades para fazer a diferença, para pregar o que se precisa pregar, viver de forma a agradar a Cristo e andar na contra-mão deste sistema. Podemos fazer a nossa parte, alertar, ensinar, e anunciar os oráculos do Senhor. Dizer á multidão que não devem vir a Cristo para "comer" e se "saciar", mas para recebê-lo como o "pão da vida" e aquele cujas palavras são de vida eterna. Para aceitarem o desafio de viver acima da mediocridade e terem coragem suficiente para aceitar um estilo de vida comprometido com o Reino de Deus e seus princípios.

Pastor Silas Malafaia anuncia que próxima edição do “Fala Malafaia” discutirá CPI, mensalão e liberação de bebidas na Copa 2014


O pastor Silas Malafaia anunciou através do Twitter que na próxima edição do programa “Fala Malafaia” irá tratar sobre assuntos ligados à política nacional e corrupção.
Segundo Malafaia, a gravação do programa que aconteceu, 16/05, e aborda “os temas CPI do Cachoeira, mensalão e oportunidades de trabalho”, além de tratar sobre a lei geral da Copa 2014: “Também discutiremos no Fala Malafaia a liberação de bebidas alcoólicas nos estádios durante a Copa”, afirmou. O pastor também afirmou que nessa edição do programa, receberá convidados especiais para tratar dos assuntos mencionados.
Silas Malafaia tem alcançado baixos índices de audiência com seu novo programa na Band. A estréia do “Fala Malafaia” discutiu o tema aborto de anencéfalos e recebeu a cantora Jozyanne, e marcou traço de audiência, com menos de 58 mil televisores sintonizados no programa.
segunda edição do programa trouxe uma homenagem ao Dia das Mães e o pastor conversou com sua esposa, Elizete Malafaia, sua sogra, Maria Leal, e sua cunhada, Elba Alencar, além de um depoimento da mãe dele, dona Albertina Malafaia. O programa teve média de 0,4 ponto de audiência no horário, de acordo com o Ibope.
Fonte: Gospel+

8 de mai de 2012

Onde Está Aquele Povo Barulhento? Onde Está Que Não Se Vê Nenhum Irmão?


Lembra da velha canção que indagava acerca do destino final de um povo barulhento e fiel a Deus? Na letra um tanto melancólica, este povo teria sido levado a "Sião" pelo Senhor. A pergunta inquietante no coro do velho hino que se eternizou na voz de Shirley Carvalhaes e na memória dos evangélicos, "aquele povo foi embora pra Sião". Não é mais possível ouvir o "barulho" que, na linguagem dos pentecostais, é uma alusão ao sinal mais evidente de quem recebe o Batismo no Espírito Santo! 
Na velha letra do hino, este povo desapareceu, "era um povo muito humilde, que aqui muito sofreu, este povo era o povo de Deus". O hino tem implícito em sua letra, a falta que este povo fará à humanidade e que vida santa e de oração eles tinham! Um povo como este só poderia ser levado pra Sião mesmo, pois ele escolheu amar mais a Deus que o mundo. Que o mundo não se preocupe mais, pois o barulho já se foi, não se ouve mais.
Bem quando ouvi este hino pela primeira vez, deveria ter uns 13 anos de idade. Já estava no meio deste povo e chorava ouvindo um dos hinos mais cantados naquela época. As vezes chorava com pena de quem ficaria aqui, outras vezes chorava por mim mesmo, desejoso de ser mais crente. Hoje, eu continuo chorando, pois o povo já quase desapareceu de todo. Onde está mesmo aquele povo barulhento?
Bem, deve ter trocado o barulho da oração e das manifestações espirituais, por barulhos dos shows gospel, ou por barulhos perante os magistrados nas teias dos processos judiciais. O barulho agora é das disputas por templos, ministérios, cargos, posições. O barulho agora é das negociatas nas reuniões exaustivas e infrutíferas.
O povo barulhento indagado pelo autor de um dos hinos mais conhecidos entre os pentecostais a mais de três décadas, já desapareceu mesmo!  
Onde realmente está aquele povo barulhento? Onde caíram suas lágrimas? Onde se pode ouvir o seu clamor? Foi embora pra Sião? Mas que Sião? Ele desapareceu sem "arrebatamento"! Ele ainda está aqui, mas desapareceu! Não, não o ouvimos mais. Pendurou suas "harpas nos salgueiros" e não quer mais cantar "os hinos de Sião". 
Onde está aquele povo barulhento...

2 de mai de 2012

Confirmado o Sucesso do 2º Treinamento Para Líderes de Missões da Semadesal


Quem esteve no templo da Assembléia de Deus na Paralela, ontem, 01/05, pôde comprovar o clima de envolvimento missionário, entusiasmo e alegria no semblante de todos os treinandos. O objetivo do evento, como já diz o próprio nome, foi ferramentar todos os obreiros de missões e capacitá-los para desenvolver a tarefa que lhes foi confiada no contexto missionário. As inscrições que encerraram dias antes do evento, atingiram o número de 350 e teve um total de mais de 700 pessoas presentes. 
Além dos Coordenadores, Secretários de Missões, obreiros e membros da Adesal, o 2º Treinamento Para Secretários de Missões recebeu também irmãos de outros ministérios da Assembléia de Deus, como: CIADSETA, Madureira e de outras denominações, como: Igreja Internacional, Batista e Arca da Aliança com a presença sempre simpática da Pastora Gil e obreiras de seu ministério.
O Treinamento começou às 14:00h. com a saudação e abertura oficial do Secretário Executivo, Pr. Dário Gomes e louvor do Coordenador de Missões do Setor 26 - Valéria, Cleberson. Tremendamente usado por Deus, Cleberson levou os mais de 700 irmãos presentes a uma atmosfera de louvor e adoração a Deus. Tive o prazer e a honra de ministrar a primeira palestra cujo tema foi "O Perfil e as Atribuições do Coordenador e Secretário de Missões". Durante ministração, aproveitei para mostrar que o obreiro de Missões deve ser um líder e elenquei as características de um líder influente. A ministração foi encerrada com um momento de quebrantamento e adoração. 
Já o Pastor Dário Gomes, Secretário Executivo da Semadesal, ministrou sobre "O Culto de Missões". A palestra envolvente e estribada na vasta experiência do Pastor, serviu de motivação para vários obreiros de missões que receberam a tarefa de dirigir missões em suas congregações este ano pela primeira vez. O Pastor, além de definir o Culto de Missões, mostrou como se desenvolve o processo do mesmo e enfatizou o planejamento como elemento importante no preparo do culto e das atividades missionárias numa igreja local.
A Miss. Andréa Reis, Secretária da Semadesal, usou os intervalos das palestras para realizar dinâmicas e envolver os treinandos no DIP deste ano que acontecerá no dia 03/06. A Miss. Andréa é Correspondente Local de Portas Abertas em Salvador e lembrou aos presentes que a causa da Igreja Perseguida não deve ser esquecida e que deve ser abraçada como uma causa missionária. Após as palestras e dinâmicas da tarde, o evento proporcionou a quem se inscreveu, um delicioso lanche enquanto vários irmãos procuravam os Diretores da Semadesal para falar de como se sentiram impactados pelas palestras e da alegria de participar de um evento que estava produzindo ânimo e vontade de prosseguir.
À noite, o Pr. Thomas Fodor, Reitor do Seminário Teológico Pentecostal do Nordeste e Coordenador do "Parceiros em Missões", entidade que apóia missionários em várias nações, ministrou uma palavra poderosa que impactou a vida de quem o ouviu. O Pastor Thomas compartilhou suas experiências com missões e, durante sua mensagem, mostrou que o missionário e o agente de missões, são Embaixadores do Reino de Deus e que seu comportamento diante de Deus e dos homens, deve condizer com esta posição. Uma palavra de exortação à santidade e profundo compromisso com Deus, foi o que marcou a fala do Pastor Thomas. Ao encerrar, o pastor se sentiu dirigido por Deus para ungir com óleo todos os Coordenadores e Secretários de Missões da Adesal. O que se seguiu, foi um momento de poderoso derramar da unção de Deus. O evento foi encerrado num clima de quebrantamento que ficará na memória de quem participou desta edição do Treinamento.
Vários inscritos foram sorteados e ganharam prêmios, cortesia da CPAD, cujo Gerente em Salvador, Pr. Mauro, compareceu ao evento à noite.
O Pr. Israel Alves, Presidente da Adesal, esteve à noite no evento e se mostrou maravilhado com a presença de tanta gente envolvida com a causa missionária num dia de feriado, com uma carga horária de 14h. Para ele, esta é a prova de que "a igreja tem gente comprometida com o Reino de Deus e a propagação da sua Palavra na terra".
Os Missionários José Luiz (República Dominicana), José de Jesus (Portugal), Silvina (Ministério Infantil) e Hilda (viúva do saudoso Pastor Euclides Arlindo, pioneiros de missões na Adesal), também se fizeram presentes. O Pastor José Luiz expôs um resumo de seu trabalho em República Dominicana, proporcionando aos treinandos um instante de compartilhar de experiência do campo missionário.
Para o Pastor Dário, o evento teve a única finalidade de investir na vida daqueles que já desempenham com sacrifício e alegria, a tarefa de garantir a continuidade da obra missionária realizada pela Adesal e o sustento de 40 famílias missionárias.
A Semadesal agradece a todos que fizeram possível este evento. A Deus a glória, o louvor e a exaltação. Aos Coordenadores Setoriais e aos Secretários que, com muito esforço fomentaram o evento e incentivaram seus liderados a se inscreverem. Obrigado a todos que direta e indiretamente nos ajudaram. Que o Senhor os recompense poderosamente. Veja Abaixo vídeo com os melhores momentos.