17 de set de 2013

As Mentiras dos Cultos de Hoje. Não Caia Nessas Armadilhas!


  • "Ainda esta semana você receberá a tua vitória". Essa aí é mais que maldosa, principalmente se você tem uma platéia com mais de cem pessoas. Existe uma probabilidade de alguém ali alcançar algo que tanto deseja: um emprego, um carro, uma casa, um casamento. É provável que 30% dos presentes estejam envolvidos em algum processo de conquista; então, pelo menos uma pessoa daquelas terá a chance de receber a suposta vitória. Isto não é profecia, é uma declaração embasada no óbvio.
  • "Deus me mostra alguém aqui triste, cansado, blá, blá, blá..." Outra afirmativa embasada no óbvio, usando a lei da probabilidade. É claro que entre 50, 100 ou mais pessoas, existe uma possibilidade pelo menos de 10% de ter alguém nesta condição. Isto não é de Deus. Seria melhor o pregador ser sincero e dizer: "Meu amigo, se tem alguém aqui triste, a Palavra de Deus..."
  • "Abra a mão para receber". Já ouvi dizendo até que a mão deve ficar em posição de receber, com a palma para cima, para não deixar a benção cair!!! Não sei onde se aprende essas baboseiras e não sei como ficaria o irmão que não tem as mãos ou os braços! Sem mais comentários!
  • "Só os adoradores fiquem de pé ou levante a mão". Gente, a regra básica para ser adorador de acordo com o próprio Jesus é adorar a Deus "em espírito e em verdade", levantar a mão nem sempre indica adoração. O cara pode levantar a mão e não fazer como gesto de adoração e outro pode não levantar a mão e ser um sincero adorador! Nunca defina a adoração de alguém pelo que você vê exteriormente, pois o coração do homem só Deus conhece (1 Sm. 16:7)
  • "Se você quiser receber tua vitória, saia do teu lugar". Concordo que a atitude de sair, possa indicar um gesto de querer receber algo, mas as pessoas não podem ser constrangidas a tal atitude, porque o milagre que elas esperam não dependem de seu movimento físico, mas do movimento da fé. Crer é a base! Algumas pessoas foram desafiadas por Jesus a sair de seu lugar, mas outras tiveram o privilégio de ver Jesus aproximar-se delas. Então, sair do lugar não é condição única para se receber a benção de Deus.
  • "Não, você não me entendeu, vou repetir..." Geralmente quando o pregador diz algo que ele considera espetacular, ele insinua que a igreja não deu aqueles glórias que ele estava acostumado a ouvir durante a mensagem, por que ela não entendeu o que ele disse. Na verdade ela entendeu, só não achou tão espetacular quanto ele achou! Então, para saciar aquele desejo que a maioria dos pregadores tem de ouvir os glórias e aleluias, que, neste caso, não á mais uma glorificação a Deus, mas um massagear do ego do pregador, ele insinua que a igreja não lhe entendeu.
  • "Você receberá hoje a tua vitória". Bem, neste caso a gente deveria entrevistar os que vieram ao culto naquela noite, um dia depois pelo menos. Existe uma probabilidade de 99,99% de ninguém ter recebido uma vitória! 
  • "Receba, receba, receba, recebaaaaaaaa...." A repetição de uma palavra que todos querem ouvir, temperada com um tom de voz emocionalista, é a forma mais usada pela maioria dos pregadores para segurar a platéia. Isso garante que a maioria saia alegre, emocionadas, mas não edificadas. Isto em nada acrescenta à maturidade cristã, é só emoção, nada mais.
  • Apontar para alguém e dizer: "venha aqui", já gera uma expectativa e a sensação de que "Deus" vai falar na platéia. Isto é prato cheio para alguns aproveitadores.  Aí ele diz: "Eu te conheço?, já fui em tua casa?" Esta é uma estratégia para tirar as dúvidas que porventura haja em alguns corações de que aquilo não seja de Deus. Mas aí ele fala o óbvio dando um ar de "revelação": "Tenho visto a angústia de teu coração". Lembre-se: geralmente a pessoa a quem vai se falar isso é justamente aquela que está em prantos na platéia. É apenas um jogo psicológico! A pessoa que chora muito em uma reunião dessas, tem 90% de chance de estar angustiada, ou algo durante a mensagem tocou em alguma experiência de lutas e adversidades, então, a pessoa se torna presa fácil de alguns falsos pregadores! Claro que existe as exceções!
Alguns dirão que sou cético. Mas deixa eu te explicar. A Palavra de Deus por si só é mais que suficiente para nossas vidas. O Pregador deve falar a Palavra e deixar o Espírito Santo aplicá-la em nossos corações. Transformações de vidas, milagres, consolação, não é uma tarefa do pregador, é uma tarefa do Espírito Santo na vida de quem ouve a Palavra e crê nela. Usar de artifícios como os que eu citei e de tantos outros, é ser infiel a Deus e sua Palavra, é querer fazer na vida das pessoas o que só Deus pode fazer e isto é pecado!
Precisamos entender que o pregador não tem nenhuma obrigação em agradar a platéia, sua obrigação é a de obedecer a Deus e dar aos ouvintes o que eles precisam ouvir e não o que querem ouvir.

Nenhum comentário: