27 de out de 2014

A Histórica Questão da Corrupção no Brasil

Por Erivaldo Brasileiro


Infelizmente um grupo muito grande de brasileiros ainda não compreendeu que no Brasil a corrupção não é coisa de um único partido político. Acredito, inclusive, que seja coisa de todos os partidos, pois é algo que, infelizmente, é praticado até mesmo pelo cidadão das classes C, D e E como algo normal em seu dia-a-dia. Outra coisa que as pessoas não percebem é que não se ameniza a corrupção apenas fazendo discurso eleitoreiro e denuncista em tempos de campanha. 
É necessário tratar do assunto de modo muito mais sério e durante as legislaturas para que, talvez assim, haja algum avanço. Um segundo problema também grave é o fato de a maioria das pessoas ter muito pouco conhecimento sobre a história política do Brasil e sobre seus representantes políticos. Para entender adequadamente o fenômeno político brasileiro faz-se necessário procurar conhecer a história do Brasil e de seus principais grupos políticos. 
Saber como surgiram, porque surgiram e quais suas pretensões históricas e ideológicas, apesar de no Brasil se valorizar muito pouco a ideologia. Faz-se necessário ainda, conhecer a história das principais nações do mundo e perceber o que impulsiona as relações políticas e econômicas entre essas nações. 
Assim, se torna possível perceber o que acontece de verdade no jogo político mundial e entender até que ponto isso influencia na política interna do Brasil e consequentemente, em nossas vidas. Afirma-se muito que a ignorância dos brasileiros sobre qualquer assunto ocorre por culpa única e exclusiva dos nosso governantes, mas acho que isso é verdade apenas em parte. 
Afinal, é perfeitamente possível obter suficiente quantidade de conhecimento com o que nossa sociedade já nos oferece e assim entendermos os reais porquês dos acontecimentos. A todos os conhecidos com quem mantive contato durante a campanha eleitoral de 2014, fica o meu abraço, mas também o convite para melhor conhecimento sobre os assuntos aqui postos para que, na próxima oportunidade, tenhamos todos mais consciência dos fatos à nossa volta e da real importância de cada um deles.

Nenhum comentário: