24 de dez de 2015

O Bote Ceadebiano!

Foto: Refugiado de Tlön
Depois de inusitadamente aparecer no aniversário do Presidente da Adesal, o Presidente da Ceadeb deu mais um de seus botes: tenta a todo custo reabrir o processo que foi julgado extinto pela Juíza Karla Adriana Barnuevo de Azevedo em 21 de agosto de 2014. O processo nº 052148242010805001 no qual a CEADEB requeria o direito de indicar um de seus ministros para a Adesal e destituir o seu Presidente, Pr. Israel Alves Ferreira, foi julgado extinto por se levar em conta a inexistência de qualquer vinculação entre as duas entidades: Adesal e Ceadeb.
Mas a sede ceadebiana de se apossar da Igreja de Salvador parece ser maior que a decisão da Juíza que chegou a citar nos autos do processo que não vislumbrava a "legitimidade apta a respaldar o ajuizamento da presente demanda". Isto é, o requerimento ceadebiano naquele processo é ilegítimo e sem razão!
A Ceadeb ainda mantém sob seu poder vários templos de propriedade legal da Adesal e seu Presidente numa reunião com o as Mesas Diretoras da CGADB e da Adesal, chegou a dizer que quanto aos templos em posse de Pastores que, sendo ministros da Adesal, foram seduzidos pelo canto dos 95% (quem lê entenda!), era um problemas desses tais pastores e que ele não se meteria mais neste assunto!
A postura do senhor Presidente da CEADEB tem sido a de diálogo se não houver mais chances de ganhar alguma coisa de alguma forma, mas se uma luz, mesmo falsa, surgir no fundo do túnel para a sua ilegítima e insana guerra contra a Igreja de Salvador, então ele é capaz até de tentar ressuscitar um processo julgado extinto e "sem julgamento de seu mérito"!
Sinceramente eu não sei que palhaçada foi aquela no aniversário de 18 anos do Pastorado do Presidente da Adesal! Não dá pra entender como nossa hipocrisia e teatralização de circunstâncias tão sérias são levadas a efeito como se Deus fosse menino!
É preciso que se diga ao Presidente da Ceadeb que a Igreja de Salvador quer viver em paz e que ela não tem nada haver com sua guerrinha medíocre e seus caprichosinhos. Que, se ele não consegue sarar suas feridas, deixe que aquelas que ele abriu no seio de várias famílias, estabelecendo um muro entre a comunhão dos fiéis, sejam saradas!
Que essa palhaçada, esse teatro visto em reuniões da CGADB e da UMADENE, se acabe. Que de ambos os lados, tenham homens de verdade! Homens que assumam suas posições de uma vez por todas! Esse circo precisa acabar! Essa falsa religiosidade onde se abraçam nas reuniões, se hospedam no mesmo hotel, comem no mesmo refeitório, tiram fotos juntos num comportamento meramente político, mas se engalfinham nos bastidores!
O bote foi dado, ou melhor, está sendo dado! Esse foi o motivo pelo qual o Presidente da Adesal na semana passada pediu a igreja de Salvador que orasse e jejuasse, pois a Ceadeb tentou a todo custo reabrir o tal processo! Por razões que desconheço, tal façanha não foi possível!
Não, o Presidente da Ceadeb não quer paz com a Adesal, ele quer poder e poder implica em humilhar quem ele entende que lhe desafiou, mesmo que para isso tenha que causar mais dor à igreja que não tem nada haver com sua incursão pela posição e poder!

21 de dez de 2015

O Verdadeiro Cristianismo é Vida Em Favor do Outro


E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.


Não sei o que estamos fazendo com este texto! Não sei porque o mantemos escondido debaixo de nosso equivocado entendimento da Bíblia, de Deus e da vida! Resolvemos fazer dele um clamor que não se ouve um texto que não se lê, uma sermão não pregado! Ele é muito propício para este Natal que tanto ovacionamos, este Natal de bolas coloridas, das cores verdes e vermelhas, das mesas fartas e das velas artesanais. Este Natal da canção em Harpa tocada em todas as esquinas embalando nossa ilusão de um clima de paz. Este Natal que fazemos, traz em nossa mente a mesa farta em família enquanto outras famílias na mesa falta. Falta o simples pão de cada dia, imagine o tal peru! Falta paz, falta amor, falta esperança, falta Jesus, o aniversariante!
Mas este texto nos confronta. Ao lê-lo, é como se o Filho do Homem já estivesse sobre as nuvens com seus anjos, assentado sobre seu trono, separando as ovelhas dos bodes e tendo diante de si as nações no maior espetáculo do confronto, no julgamento de nossa religiosidade, lançando luz sobre nossa hipocrisia, expondo-a no espaço sideral, em algum lugar da história da humanidade!
Aqui não há termos rebuscados, as expressões são simples, a conversa é direta, o confronto é imediato, a vergonha é exposta e todos ficam inescusáveis. O Filho de Deus não cobra nada além daquilo que tanto mandou que fizéssemos. Pois quem nunca soube que sua tônica era o amor, a máxima de seus ensinamentos, a impressão que Ele deixou nas vidas por onde passou?
Aqui,  Ele primeiro dá a sentença e depois explica o motivo de sua condenação expondo nosso cristianismo apostatado, nossa fé divorciada da prática. Ele deixa bem claro que seu Reino, sua recompensa, seus braços acolhedores em sua glória, são para aqueles que, entendendo sua mensagem, viveram como Ele: para os outros! Viveram, acolheram e ampararam os famintos, os sedentos, os desamparados, os nus, os encarcerados, os doentes!
Foram a igreja da rua, da comunidade, dos becos. Igrejas cujos púlpitos estavam nas esquinas, cuja mão ajudadora estava em cada casa, em cada hospital, em cada clínica. Seus pastores não eram dos templos apenas, eram do povo, eram seus profetas apontando ao povo o caminho e sendo para ele o sal e a luz deste mundo!
Eles entenderam que o verdadeiro cristianismo é vida em favor do outro! Feliz Natal!

9 de dez de 2015

Michel Temer Não É Herói, É Conivente

Foto: Uol

A Carta do Senhor Vice-Presidente da República do Brasil à Senhora Presidente da mesma, é no mínimo ridícula e infantil e penso que poderia até ser transformada em letra de música do estilo "sofrência"! Um político de sua envergadura jamais poderia se comportar com relação às circunstâncias políticas que vive o Planalto e o Brasil, como um adolescente dos anos 90 que termina o namoro com a namoradinha e lhe escreve em tom de "dor de cotovelo".
Homens que se dão o respeito, de "cabelo na venta" como bem diria minha vó, trata de assuntos importantes de olho no olho, "de frente" como diz a Jornalista Marília Gabriela. Homens de honra sabe o valor que tem e não se humilha como no trecho de sua carta que diz:
"A senhora, no segundo mandato, à última hora, não renovou o Ministério da Aviação Civil onde o Moreira Franco fez belíssimo trabalho elogiado durante a Copa do Mundo. Sabia que ele era uma indicação minha. Quis, portanto, desvalorizar-me. Cheguei a registrar este fato no dia seguinte, ao telefone."
Por que não tratou deste assunto que, para ele é de grande relevância a ponto de choramingá-lo em sua carta, como um presidenciável em reunião com sua titular?
Além de mostrar ser um fraco, incapaz de tratar de assuntos relevantes de sua pasta com sua titular, preferindo ligações telefônicas e cartinhas, o Senhor Vice-Presidente da República assume em sua carta que o Governo Dilma foi de desmandos e manobras e, como qualquer incauto sabe, de jogadas de interesse. Todavia, o Presidente do PMDB e Vice-Presidente da República aceitou tudo de forma submissa e, como mulher que já está cansada de ser traída, resolve lavar a roupa suja numa carta como quem foge às escuras da madrugada para não apanhar!
Seu comportamento não é honroso, é vergonhoso e, para este eleitor blogueiro, que teve a felicidade de não votar nem em Dilma nem no PT, sua carta é uma confissão e um ato de covardia. Confissão não precisa nem dizer porque, pois, os onze itens elencados em sua carta mostram sua conivência e sua preferência pela omissão diante do que ele mesmo considera ser “absoluta desconfiança” da Presidente para com ele e o PMDB. Covardia porque só agora, diante da possibilidade de impeachment ele se manifesta e da forma mais infantil que existe! Claro, diante da possibilidade de vir a ser o Presidente da República, ele não quererá ser visto pelo povo como cúmplice de um Governo que, com sua aquiescência, liderou o maior assalto aos cofres públicos da história desta nação!
Mais covarde ainda, porque além de não tratar de assuntos relevantes com sua titular cara a cara e até mesmo com a sociedade, o Vice-Presidente, cuja carta, de certa forma, se vazada, só lhe beneficia, pousa de “João sem braço” dizendo que ficou alarmado com o vazamento da carta! Me façam uma garapa! Agora ele é o cara. Para mim, está claro que esta é mais uma jogada política e desta vez do PMDB, para ficar no Governo. Em pronunciamento Dilma chegou a dizer que, quanto ao impeachment “não há nenhuma justificativa para que isso ocorra, exceto aqueles que acham que tem um atalho para chegar à Presidência da República que não é o voto popular”. É claro que ela está falando de uma jogada tanto do impeachment, quanto do joguinho da carta de “dor de cotovelo” de seu Vice-Presidente!
Michel Temer não é herói, é conivente, é menos confiável ainda que Dilma. Enquanto nada vem às claras, fica como está, mas se descobrirem e, se principalmente surgir uma chance de se sair bem, agarra esta chance, mesmo que tenha que se fantasiar de bobo da corte, para que todos riam com ele, ao invés de chorar!

17 de nov de 2015

Parte Para a Glória o Cantor Luiz de Carvalho



Faleceu hoje, por volta das 4:30 da manhã, aos 90 anos, o cantor Luiz de Carvalho. O cantor possuía mais de 40 álbuns lançados, 2 DVDs e um livro. A informação foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook. O cantor vinha sofrendo algum tempo devido à parada cardíaca, e encontrava-se internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital da Unimed em São Bernardo do Campo(SP), desde o dia 27 de outubro, quando sofreu um AVC isquêmico.

“Luiz foi um homem que deu sua vida pelas outras pessoas. São incontáveis os testemunhos que vemos e ouvimos de pessoas que foram aos pés de Cristo através dos louvores, testemunho e pregações de Luiz. 90 anos, dos quais sua maior parte dedicados a trabalhar por Jesus,” diz a mensagem de despedida na página oficial do cantor no Facebook.

Vários evangélicos de todo o país deixaram sua mensagem no facebook do cantor prestando suas últimas homenagens. A cantora Rosilene Martins expressou seu sentimento, afirmando que a música evangélica está em luto neste dia.
Divino Companheiro, Rosa Vermelha, Quando Jesus Estendeu sua Mão, O rei está voltando, A cada passo....e muitas outras canções são de autoria do cantor Luiz de Carvalho.

Biografia

Nascido em 16 de maio de 1925, natural da cidade de Bauru (SP), Luiz de Carvalho começou a cantar quando criança, e aos dez anos de idade, com o apoio do pai, já saiu de casa para trilhar a estrada da música, até que na adolescência passou a ser conhecido como o “Menino de Ouro” assinando contratos com gravadoras e ganhando notoriedade.

Fundador da Gravadora Bom Pastor, Luiz tem hoje 89 anos e ao longo desse tempo de vida gravou quase uma centena de CD`s e DVD`s, muitos deles bateram recordes de vendagem. Pioneiro no segmento, ele lançou seu primeiro álbum, o “Boas Novas”, em 1958, adotando um estilo próprio que marcou a Igreja de Cristo no final da década de 50 e por toda a década de 60. O álbum “Meu Tributo – A Deus Toda a Glória” lançado em 1983 vendeu mais de 200 mil cópias, o que foi algo inédito naquela época.


O cantor recebeu muitas homenagens ao longo de sua carreira, pelo talento e dom que recebeu de Deus, e também por ter marcado a história da música evangélica no Brasil. A trajetória ministerial de Luiz de Carvalho tem mais de 60 anos e em todo esse tempo o cantor sempre foi referência em relação à sua dedicação com a Obra de Deus. Ele sempre evangelizou cantando!

Em sua página do Facebook conta a seguinte informação acerca de seu velório e sepultamento:
Queridos irmãos, seguem informações sobre velório e sepultamento do nosso amado cantor Luiz de Carvalho.
Hoje 17/11/2015 culto fúnebre e velório na Igreja Batista Paulistana
Endereço: Rua Bueno de Andrade, 679 Aclimação - São Paulo
Horário: 20h

Amanhã 18/11/2015 culto fúnebre na Igreja Batista Paulistana
Endereço: Rua Bueno de Andrade, 679 Aclimação - São Paulo
Horário: 9h

Sepultamento amanhã 18/11/2015 Cemitério Vila Euclides
Horário: 11h30
Endereço: Praça da Saudade, 01 - Jardim do Mar, São Bernardo do Campo - SP, 09726-140

"E quando em fim chegar a hora,
Em que a morte enfrentarei,
Sem medo então.
Terei vitória, verei a glória,
Do meu Jesus que vivo está!"


Que o Senhor conforte a sua família e amigos!



Mensagem Ministrada no Culto de Ensino da Adesal Rio Sena. Tema: Adoração.

6 de nov de 2015

Um Congresso Bem Organizado, Uma Geração Dispersa!


Disperso ou dispersa é a palavra que sempre usamos quando queremos classificar alguma coisa como desatenta, alheia, indiferente. Aliás, dispersar é espalhar, distribuir. Logo, a palavra faz sentido no contexto em que vou usá-la. A indiferença já vem sendo uma palavra oportuna para descrever a nova geração de crentes. Esta geração está indiferente à oração, ao estudo exaustivo da Palavra, à adoração simples, mas verdadeira e feita em espírito, enfim, às coisas essenciais da vida cristã!
Vi isso no Congresso do Depad. Um Congresso que ficará na lembrança por causa de sua proposta: levar adolescentes a cumprir o chamado do Mestre, despertando neles seus dons, talentos e vocações. Além disso, o congresso foi marcado pela organização e pela felicidade de ter sido feito na Arena Fonte Nova, uma estrutura que não fica devendo nada a ninguém!
As mensagens despertadoras, embora a maioria daquela galera que já está se acostumando com as inovações do "reteté", não tenham ficado muito empolgada, foram edificantes e os momentos de louvor, foram prazerosos!
Tudo montado para os adolescentes da Adesal, com um investimento de muitos e muitos reais, além de muita dor de cabeça para os organizadores! Iluminação perfeita, som a contento, bandas afinadas, cantores talentosos, mensagens pregadas obedecendo ao tema, coreografias e encenações comoventes e, às vezes, para chamar a atenção, até engraçadas, como o adolescente gosta.
Todavia, ao passar no ambiente das cantinas, stands e banheiros, percebia-se um enorme numero de adolescentes sem monitoramento, sem lideranças, dispersos, bem na hora da mensagem. Alguns ficaram todo o evento fora. Fiquei me perguntando: onde estão seus pais, seus líderes? Vi aquele amontoado enorme de adolescentes, namorando, no bate-papo, indiferentes a tudo que foi organizado para eles e me lembrei do texto de Marcos 6:34 - "E Jesus, ao desembarcar, viu uma grande multidão e compadeceu-se deles, porque eram como ovelhas que não tem pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas."
O evento merece aplausos, Ney e sua equipe estão de parabéns, mas os Coordenadores Setoriais e Líderes nas Congregações dos adolescentes ficam mais uma vez devendo. O não monitoramento foi prejudicial e serviu, ao meu ver, de incentivo para que os adolescentes pensem que o Congresso foi apenas mais um momento de lazer.
Se esta geração não for levada agora a um compromisso com Deus, não a levaremos mais. O congresso foi empolgante, mas por causa da falta de compromisso de alguns líderes de adolescentes, ele foi apenas mais um encontrão sem surtir o efeito que deveria.
O fato de ter sido feito numa área aberta, onde aumenta a possibilidade de dispersão e desatenção, exigia monitoramento! As equipes de apoio limitaram-se às escadarias e esqueceram dos banheiros e área externa, onde o número de adolescentes era quase o mesmo daqueles que participavam dos cultos!
Esta dispersão, essa possibilidade dada sem querer aos adolescentes, se constituiu numa brecha aberta que viabilizou um efeito contrário àquele que se esperava! Adolescentes precisam de limites, não estão prontos ainda para para tanta liberdade, precisam de monitoramento!
Mas é preciso dizer que a proposta do Congresso deve ser levada a efeito e continuar sendo trabalhada no coração de nossos adolescentes. Que o Senhor continue usando Ney Deus e sua equipe e que este despertamento seja levado à cada congregação da Adesal, convocando não somente os adolescentes, mas a todos a responderem ao chamado do Mestre, dizendo: "Eis-me aqui, envia-me!"

25 de set de 2015

Débora: Coragem e Fé

"Ora, Débora, profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo. 5. Ela se assentava debaixo da palmeira de Débora, entre Ramá e Betel, na região montanhosa de Efraim; e os filhos de Israel subiam a ter com ela para julgamento." Jz. 4: 4, 5

Ao invés de destacar detalhes importantes sobre Débora e o livro de Juízes, quero deter-me apenas nas lições preciosas encontradas num dos textos mais conhecidos do sétimo livro da Bíblia!
Por causa da desobediência de Israel, o Senhor permitiu que seu povo ficasse vinte anos sob a opressão de Jabim, um rei cananeu. Três interessantes observações quanto a Jabim:

1. O rei de Canaã conseguiu escravizar Israel durante vinte anos;

2. Ele tinha um exército com novecentos carros de ferro (v. 3). Isso tinha relevância em termo de poder bélico, já que o versículo treze destaca isso novamente;

3. Jabim usava métodos cruéis para oprimir Israel (v. 3).

Logo, percebe-se que as circunstâncias deste momento histórico de Israel, era de medo, opressão, injustiça e desespero! Mas havia uma mulher que se levantou como mãe de Israel (5: 7) e nos deixou as seguintes lições:

1. Trabalho em tempo de crise!

Mesmo com o poder bélico de Jabim ameaçando diariamente a vida de Israel, mesmo com o medo como sentimento mais comum no dia a dia do povo, mesmo com as ameaças de extermínio, em meio ao desespero, respirando morte a todo instante, Débora não deixava de receber o povo debaixo de sua palmeira! A crise, as ameaças, o medo, a incerteza, não foram suficientes para fazer Débora parar. Aquela esposa de Lapidote entendeu que as circunstâncias, por mais difíceis que sejam, não podem parar aqueles que confiam no Senhor e que têm um trabalho a fazer! Posso imaginar aquela mulher indo para debaixo de sua palmeira, recebendo o povo, aconselhando, fazendo a vida seguir o seu curso, independentemente das adversidades! Ela não cruzou os braços, não ficou a lamentar e não deixou se levar pelo momento de desespero que abatia a sua nação. Quero te animar a trabalhar em meio à crise. É na crise que surgem verdadeiras lideranças, é em meio ao caos que nossos dons são aprimorados, que nossas experiências contribuem para o amadurecimento. É na crise que extraímos as lições que nos ensinarão pelo resto da vida.

2. Trabalho em condições precárias!

Qual era o gabinete de Débora. Qual era seu consultório? Débora tinha apenas a sombra de uma palmeira! Para Débora, os recursos ao alcance deveriam ser utilizados. Ela não precisava esperar por condições melhores para fazer o que ela tinha que fazer. Se ela poderia ser útil debaixo de uma palmeira, então, a palmeira seria sua plataforma de trabalho! Débora utilizou o que estava ao seu alcance, ganhou tempo e não o deixou passar. Influenciou em tempos de crise c recursos precários e limitados! Não fique aí parado esperando as coisas melhorarem, faça acontecer, utilize o que está ao teu alcance, faça do que você tem, o melhor instrumento de teu trabalho!

3. Iniciativa baseada na promessa!

Perceba as as palavras de Débora a Baraque: "Mandou ela chamar a Baraque, filho de Abinoão, de Quedes-Naftali, e disse-lhe: Porventura o Senhor Deus de Israel não te ordena, dizendo: Vai, e atrai gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom; e atrairei a ti, para o ribeiro de Quisom, Sísera, chefe do exército de Jabim; juntamente com os seus carros e com as suas tropas, e to entregarei na mão?"
Entende-se que Baraque já havia recebido uma ordem de Deus para liderar uma batalha contra Jabim, mas não teve iniciativa! Talvez Débora tenha tentado dizer para aquele Capitão do fragilizado exército de Israel que a bênção de Deus já lhe estava garantida, mas era necessário uma atitude. Débora tomou a atitude, teve iniciativa e, por causa disso, uma das maiores batalhas do povo judeu no Antigo Testamento foi travada por causa da iniciativa de uma mulher! Débora chama a atenção de Baraque para o fato de que havia uma ordem de Deus. O Senhor não apenas deu a ordem, mas também prometeu a vitória! Portanto, Baraque poderia descer confiante à guerra. Ao invés disso, precisou ser sacudido por Débora. Ela, portanto, tomou a iniciativa, se levantou como "por mãe em Israel" e sua atitude deu início a uma batalha que livrou Israel de uma opressão de vinte anos! Mas é preciso notar que Débora não tomou uma iniciativa aleatoriamente, levada apenas por um sentimento de confiança e coragem, ela o fez baseada na promessa do próprio Deus de que entregaria Jabim nas mãos de Baraque (4: 6, 7)!

4. Uma autoridade incomum!

A liderança de Débora é algo a se destacar! Numa época remota em que a mulher estava mais fadada aos deveres domesticos, numa sociedade em que o homem tinha a primazia, esta mulher tinha uma posição civil e uma religiosa. Ela era juíza e profetiza (4: 4). Sua autoridade era reconhecida pelo povo (4: 5) e ela demonstrou essa autoridade diante de Baraque (4: 6 - 9). O texto do versículo seis diz que ela "mandou" chamar Baraque. O capitão do exército, além de não questionar as palavras de Débora, demonstra também que se sentirá seguro com a presença dela! Débora dá a entender que achava um absurdo um chefe de exército temer ir à guerra depois de ter a garantia dada pelo próprio Deus de que sairia vitorioso! Por causa disso é que ela diz: "...Certamente irei contigo; porém não será tua a honra desta expedição, pois à mão de uma mulher o Senhor venderá a Sísera. Levantou-se, pois, Débora, e foi com Baraque a Quedes. (4: 9).

5. Profetizando no meio da batalha!

Débora não apenas incentivou Baraque a comandar uma batalha sob as ordens do Senhor, ela foi com ele (4: 10). Além de ir, a presença daquela mulher da região montanhosa de Efraim, serviu de encorajamento para o capitão Baraque. Quando os novecentos carros de ferro do poderoso exército cananeu estava em posição contra Israel, quando a tensão tomava conta do amedrontado exército israelita, quando Baraque parecia demorar em avançar, Débora se manifesta mais uma vez e anima Baraque a se decidir por atacar. Sua palavra é: "...Levanta-te, porque este é o dia em que o Senhor entregou Sísera na tua mão; porventura o Senhor não saiu adiante de ti?..." (4: 14). Até dentro da batalha Débora não deixa de profetizar e se constitui num instrumento de encorajamento e incentivo para um capitão cheio de incertezas e um exército desencorajado!  Grandes líderes são aqueles que mesmo no meio das batalhas, debaixo de fortes pressões, não perdem a esperança e ainda acha forças para animar a outros. Grandes líderes são aqueles que independentemente das circunstâncias, exercem seu papel de influenciar, levando outros a acreditarem que a batalha pode ser vencida e que é preciso se levantar mesmo que os oponentes sejam ais poderosos!

Conclusão

Do versículo 15 ao 24, trava-se uma batalha em que Israel mostra superioridade graças à intervenção divina: "E o Senhor desbaratou a Sísera, com todos os seus carros e todo o seu exército, ao fio da espada, diante de Baraque; e Sísera, descendo do seu carro, fugiu a pé." (4: 15). O versículo 23 diz que Deus humilhou Jabim diante dos filhos de Israel e o 24 que "a mão dos filhos de Israel prevalecia cada vez mais contra Jabim, rei de Canaã, até que o destruíram." Foi uma vitória inesperada para Israel. Depois de vinte anos de opressão, o povo consegue se livrar de seu algoz graças a altitude de uma mulher que se deixou ser usada por Deus. Uma mulher de coragem e fé. Débora nos ensina que nenhuma adversidade é suficientemente forte para deter aqueles que confiam no Senhor e em sua promessa!

14 de set de 2015

Congresso de EBD na Adesal: As Mesmas Discussões!

Foto: Ricardo Ferreira

Não há dúvidas de que a cada ano chegam novos professores de Escola Bíblica Dominical em nossas igrejas e que existem assuntos relacionados à educação que devem sempre ser tratados em nossos Congressos, Conferências, Seminários e Simpósios de EBD. Todavia, é preciso pensar também na necessidade de diversificação das discussões, observar a variedade de temas na educação e nunca esquecer que a sociedade evolui, assim como as ciências, inclusive aquelas ligadas à educação!
Existem hoje novos discursos em pedagogia, novos viés e abordagens sobre a educação que precisam ser tratados e discutidos em nossos Congressos de EBD, a fim de que se desafie o novo e o veterano professor de Escola Dominical a repensar sua prática pedagógica diante de sua classe.
O Congresso de Escola Dominical da Adesal, ocorrido nos dias 10 a 12 de setembro, no Templo da Liberdade, trouxe o já conhecido e renomado Professor Jamiel Lopes, Psicólogo e Comentarista de Lições de EBD da CPAD e a Professora Régia Carvalho, também Comentarista de lições de EBD. Ambos são extremamente competentes e profissionais e falaram de assuntos que, para quem nunca foi a um Congresso de EBD ou está se familiarizando agora com o ensino na Escola Dominical, redundou em novidade! Mas é preciso dizer que os temas, as discussões e a metodologia das palestras não se constituíram em novidades. Temas como o Perfil do Professor da EBD e Características Psicológicas de Faixas Etárias, vem sendo discutidos em Congressos no Rio de Janeiro e em palestras nos encontros pedagógicos do próprio DEPEN - Departamento de Ensino da Adesal.
Apesar do esforço feito pela Coordenação do DEPEN, faltou neste congresso uma atualização dos temas, novas abordagens e assuntos que reflitam realmente os problemas da educação cristã, principalmente no contexto da Escola Dominical, hoje. 
Aprofundamento nos temas foi outra coisa que faltou. Os palestrantes "pincelaram" slides, fazendo breves reflexões em velhos assuntos, sem apontar soluções práticas e caminhos novos para o professor de EBD que enfrenta domingo a domingo problemas como: limitação de conhecimento, espaço precário, pouco ou nenhum recurso e falta de investimento nas estruturas físicas e pedagógicas da Escola Dominical.
O Congresso da Escola Dominical precisa ser mais que palestras de velhos temas, precisa ser o espaço de discussão com professores, profissionais da educação, alunos e a igreja, a fim de que se encontre modelos que respondam aos anseios de professores e alunos na prática pedagógica nos domingos de manhã. É preciso traçar novos caminhos para o ensino da EBD e isso se faz com reflexões aprofundadas e discussão dos problemas que rondam a Escola Dominical, observando os novos conceitos de educação e os métodos que tem revolucionado a prática do ensino nos estudos da moderna pedagogia.
Parabéns ao DEPEN por proporcionar aos professores da EBD, momentos de reflexão sobre sua prática de ensino! Abaixo, um vídeo do saudoso Rubém Alves sobre o  "Professor de Espantos"!

Lições de Liderança em Romanos 16



"Saudai a Maria, que trabalhou muito por nós." Romanos 16: 6

O texto do capítulo 16 de Romanos encerra lições preciosas de liderança deixadas por Paulo. Para mim, este é um dos textos mais extraordinários do Apóstolo. Ele nos dá aqui lições de liderança pouco praticadas pela maioria dos líderes modernos. No capítulo 16 de Romanos Paulo cita vinte e cinco indivíduos e duas famílias. A forma de tratamento de Paulo a esses irmãos a quem saúda, exprime uma amizade intensa e não superficial!
Alguns estudiosos consideram o capítulo 16 de Romanos como uma mini epístola, já que parece fragmentado dos demais capítulos da carta. Algumas perguntas são levantadas quanto ao décimo sexto capítulo de aos Romanos: Se Paulo nem os demais apóstolos foram responsáveis pela fundação da igreja romana, como Paulo poderia conhecer tanta gente em Roma? Para Champlin, este capítulo pode ter sido incorporado à carta por razões cômodas quanto ao seu transporte, mas talvez ela não seja endereçada aos Romanos mas à igreja em Éfeso, principal cidade da Ásia, já que a maioria dos nomes citados por Paulo neste capítulo não trabalharam em Roma, mas na Ásia. 
Ainda existe a possibilidade de que esses irmãos e famílias citados por Paulo tenham realmente ido morar em Roma talvez por causa de perseguições em algum período daquela época. As argumentações são muitas, mas o que importa mesmo é que o último capítulo do maior tratado teológico do Novo Testamento, revela um líder capaz de perceber o valor dos obreiros na seara do Mestre! Vejamos aqui, pelo menos, três preciosas lições:

Trabalho em equipe

Perceba essas expressões de Paulo: 
"...como também a mim mesmo..." (v. 2);
"...meus cooperadores..." (v. 3);
"Os quais pela minha vida expuseram suas cabeças..." (v. 4);
"...que trabalhou muito por nós..." (v. 6)

O Apóstolo Paulo está reconhecendo aqui que o sucesso de suas atividades ministeriais se deviam ao esforço de gente que trabalhava com ele, que lhe auxiliava, que facilitava em determinados momentos o seu trabalho. É o reconhecimento de Paulo de que ele não trabalhava sozinho, que outros eram responsáveis pelo avanço de seu trabalho, que "seguravam a corda" como se diz em missões!
O capítulo 16 de Romanos, portanto, nos dá, antes de qualquer coisa, a lição do trabalho em equipe, de que sozinhos, isolados, nunca teremos o mesmo desempenho na obra de Deus! Os grandes líderes da Bíblia tiveram sua equipe ou seu parceiro. O próprio Jesus teve sua equipe!

A importância das pessoas enquanto indivíduos

Paulo elenca um número de obreiros que fizeram parte de sua história ministerial. Alguns desses nomes não aparecerão de novo em seus escritos. Talvez muitos desses irmãos nunca esperasse que o Apóstolo dos gentios os citasse, ou nem esperasse que ele lembrasse deles! Mas Paulo os cita por nome! Essa atitude de Paulo demonstra o valor que dava aos seus parceiros de ministério. Eles não eram "aqueles" irmãos, "aqueles" que fizeram "aquela" obra. Eles tinham nome, o nome é a identidade de uma pessoa, chamar alguém pelo nome é atribuir valor ao indivíduo, é considerá-lo como ser único e incomparável. As pessoas tem uma identidade e não valorizar isso é desprezar sua importância enquanto indivíduo. Lembro-me que enquanto Mefibosete era lembrado por Ziba pelo seu defeito físico (2 Sm. 9:3), Davi apenas o chamou de Mefibosete (2 Sm. 9: 6)! Isso fez toda diferença! Para Ziba ele era "aleijado dos pés", para Davi ele era "Mefibosete"!
Um bom líder é aquele que valoriza não apenas a equipe, mas cada indivíduo na equipe, identificando seus valores e sua singularidade enquanto ser único no universo!

O valor do trabalho de cada um

Paulo não somente destaca os nomes de seus cooperadores e companheiros de ministério, ele destaca também o trabalho de cada um. Ele destacou que Febe havia "hospedado a muitos", Priscila e Aquila eram seus "cooperadores" e que, por sua vida, haviam "expostos a cabeça". Sobre Maria, ele disse: "...trabalhou muito por nós...", sobre Andrônico e Júnias, disse que tinham sido seus "companheiros na prisão". Paulo sabia exatamente o que cada um fazia e o que cada trabalho representava para seu ministério e isso demonstrava sua sensibilidade para com o trabalho de seus companheiros!
esta é uma lição que temos que aprender! valorizar o trabalho de nossos cooperadores, destacar a importância de cada um deles. Não há dúvidas de que quando um indivíduo é reconhecido em seu trabalho e valores são atribuídos ao que ele faz, ele não somente se sentirá valorizado, mas estimulado a fazer mais e com excelência!

12 de set de 2015

Thalles Roberto: Um Discípulo Que Precisava Ser Discipulado!


Cair matando em cima de alguém quando este alguém comete um erro, é muito fácil! Agora, duas coisas parecem ser impossíveis para nós evangélicos cheios da graça e sem defeito fazermos: Primeiro, instruir o irmão para que ele seja preservado de momentos delicados como o que protagonizou o Thalles Roberto e, segundo: ajudá-lo, perdoá-lo e reorientá-lo depois de uma mancada como a que deu Thalles! Mas não, preferimos expor, execrar, criticar e pousarmos de corretinhos, donos da verdade!
O que acontece com Thalles vem acontecendo a muitos anos no Brasil. Se a pessoa que se converte em qualquer igreja tiver sido famosa ou cantado ou feito parte de alguma banda famosa, logo todas as portas no meio gospel se abrem para essa pessoa! A "Ex-estrela" assume púlpito, recebe convites, é assediada por todo tipo de liderança, por agências gospel, gravadoras e um mundo de oportunidades caem aos pés deste que deveria ser visto pela igreja como discípulo de Jesus e necessitado de instrução da Palavra de Deus a fim de que seja preservado nas tentações!
Thalles Roberto não é culpado, Thalles Roberto é um menino espiritual. Durante quanto tempo foi discipulado? Pergunte se aprendeu algum dia a servir a igreja local. Quantas santas ceias toma com o mesmo Pastor, na mesma comunidade, se tem relacionamentos profundos em uma rede de sua comunidade. 
Thalles foi de recém convertido a Pastor! Pastor?! Quem o separou para tão honrado ministério talvez nem saiba o que significa ser pastor. Talvez nem saiba que pastor tem rebanho. Ah, desculpem! Eles vão dizer que seus seguidores de shows, de redes sociais, são suas ovelhas! Que loucura, que insanidade! Como? Se eles se autodenominam "artistas"? Eles não tem ovelhas, eles tem fãs e diga-se de passagem, muitos tão fanáticos que não conseguem ver os erros e defeitos de seu "ídolo"!
Paulo em 1 Tm. 3:6 orienta Timóteo a não confiar o pastorado ao neófito (pessoa recém convertida, inexperiente) "para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo". O discípulo não instruído, que não passa na escola do discipulado, que não vive um tempo para ser instruído por um discipulador, com certeza terá problemas quando as "bandejas" lhe forem ofertadas na "feira da vaidade" da vida! Seu coração não estará protegido pela Palavra de Deus a fim de que possa resistir ao diabo e suas ofertas!
Na verdade, nós criamos Thalles e tantos outros, meninos espirituais como ele que pousam como detentores de uma mensagem, de uma missão. Sim, eles são nossa cria, é a cria do mercado fonográfico gospel, gente que não está nem aí pra mensagem alguma, gente que quer mesmo é faturar! Basta você conhecer os contratos destas gravadoras ou produtoras gospel. Muitos "artistas" gospel se sentem até explorados por uma indústria implacável cujos objetivos estão longe de anunciar Jesus pela música!
E nós? Nós pastores, fãs, admiradores dessas "estrelas", somos iguaizinhos! Alimentamos esta indústria podre, massageamos o ego desses "exaltados", pagamos valores "acima da média" para entradas em shows dessa gente, enfrentamos filas para pegar um autógrafo ou pousarmos numa selfie para postarmos imediatamente nas redes sociais, só pra dizer a todo mundo que estamos "por cima"! Nós pastores que pagamos altos cachês pra essa gente, na gana de termos um nome que possa atrair as multidões para o nosso "evento"!
Thalles Roberto é o que sempre quisemos que ele fosse! Então, ninguém se queixe, ele foi criado por nós, pelas lideranças espirituais desta nação, pela indústria fonográfica gospel, que de gospel só tem o nome.
Faltou para Thalles o que sempre faltou para a maioria dos "ex-artistas seculares". Faltou homens de Deus que estivessem mais preocupados com a alma do que com o nome que aquele discípulo representava. Faltou homens e mulheres de Deus que dissesse: "Não, ainda não é o tempo. Você precisa aprender mais, se humilhar mais, conhecer mais Deus!". Mas não, lançaram Thalles, ovacionaram Thalles, exploraram o máximo a imagem. E agora, Thalles só revelou o que ele sempre foi, alguém que não foi discipulado, um menino espiritual incapaz de lhe dar com as glórias que o mundo oferece!
A reação dos outros cantores e produtores gospel às declarações de Thalles, revelou que eles são iguais a Thalles! Por trás das declarações de cantores cujos nomes não cito por questões éticas, gente que está na estrada a mais tempo que Thalles, desponta-se uma certa inveja, um certo despeito, raiva por ter sido "humilhado" nas redes sociais pelas declarações do cantor que chegou agora, mas já se acha acima da média!
Então, Thalles não é este demônio que acabamos de construir. Thalles é alguém que precisa de orientação, de ajuda. Alguém que precisa ser discipulado a fim de que possa aprender sobre humildade e transferência de louvor e glória para quem realmente merece: Deus!

22 de ago de 2015

Adesal Realizará a Maior Cruzada de Milagres em Comemoração aos Seus 85 Anos


As Cruzadas de Milagres sempre foram utilizadas como estratégia de evangelismo por movimentos protestantes resultando na conversão de milhares de pessoas no mundo todo. No Brasil, igrejas despontaram através das cruzadas, onde evangelistas com habilidades para falar em público pregavam para multidões que eram atraídas através de campanhas capitaneadas por igrejas locais e voluntários que ajudavam na organização.
Em 1964, o californiano Bernhard Johnson (1931-1995), fundou a "Cruzada Boas Novas", que mais tarde ficou conhecida como "Cruzada Bernhard Johnson" que realizou 225 delas aqui no Brasil e em mais 70 países. Quem também ficou conhecido no Brasil por cruzadas que levaram milhares de pessoas a Cristo e outras milhares a receberem curas miraculosas, foi o também americano Morris Cerullo, entre as décadas de 1960 a 1980.
Billy Graham, sem dúvida, é o Evangelista mais conhecido quando o assunto é Cruzada Evangelística. Desde 1950, milhões de pessoas no mundo inteiro ouviram a Palavra de Deus e receberam a Cristo em megas cruzadas que tiveram a atenção da imprensa local e de autoridades. A Cruzada Billy Graham também é a mais bem organizada, envolvendo além de tecnologia de ponta, gente estrategicamente bem posicionadas em igrejas, ministérios e órgãos públicos
A Cruzada evangelística mais conhecida hoje, depois das de Billy Graham, é a do alemão Reinhard Bonnk, que escolheu o continente africano para criar a Cruzada "África Lavada Pelo Sangue" desde 1975. Segundo o site de Bonnk, só no ano 2000, foram mais de 55 milhões de pessoas alcançadas em suas cruzadas.
Agora, a Adesal, Assembéia de Deus em Salvador, para comemorar 85 anos evangelizando Salvador, a Bahia e outras partes do mundo através de seu trabalho missionário, realizará uma Cruzada de Milagres com o Evangelista Internacional Adam Smith, conhecido por suas pregações que vem resultando em curas e milagres em várias partes do mundo. 
A Cruzada acontecerá no Estádio de Pituaçu, no dia 19 de setembro e conta com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Salvador. Ônibus dos setores da Adesal e pastores de setor e de congregações deverão mobilizar toda a igreja para este dia de pregação do Evangelho que marcará as comemorações dos 85 anos da igreja!
O trabalho do Pastor Adam Smith é divulgado em sua página do Facebook. A Bahia já foi agraciada com seu trabalho em cidade como Barreiras, por exemplo.
Para tratar dos detalhes da Cruzada, o Presidente da Adesal, Pastor Israel Alves, convocou todos os obreiros: Pastores, Evangelistas, Presbíteros, Diáconos, Auxiliares, Porteiros, Coordenadores e Líderes de Departamentos, para uma reunião no templo da Paralela, domingo, 23 de agosto, às 14 horas.

15 de ago de 2015

A Importância da Ceia do Senhor

"Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei..." 

Em alguns anos atrás os cristãos sabiam distinguir bem os cultos de ensino dos cultos públicos e todo bom dirigente de congregação sabia que seu sermão dos chamados cultos de doutrina, diferenciavam daqueles discursados em cultos públicos! Então, se o culto fosse de Santa Ceia, por exemplo, o Pastor se preparava para uma mensagem que fosse de acordo com o ritual da ceia! Além de se explicar o que significava a santa ceia, os pastores alertavam sempre sobre os perigos de se participar deste ato sagrado de forma negligente. Às vezes, tais alertas eram tão veementes que muitos cristãos, ficavam apavorados, a ponto de confessarem publicamente erros comuns que na verdade não se constituíam em pecados! 
É claro que este exagero não era salutar, mas não se deve negar o fato de que, os líderes de congregações preocupavam-se em deixar o fiel atento para a sacralidade de um ato solene como o da santa ceia. Este cuidado por parte do pastor local está desaparecendo. Geralmente, as mensagens pregadas em muitas santas ceias hoje não alertam o fiel para o significado, importância e sacralidade do ajuntamento cristão mais solene.
Quero evitar falar aqui da origem do ato da ceia, a questão da páscoa e tal e ater-me aos alertas contidos no texto de 1 Co 11: 17-34. Todos sabem que esta carta de Paulo tinha o objetivo de tentar concertar erros grotescos cometidos por aquela igreja e que chegaram aos ouvidos do Apóstolo dos gentios (1 Co. 1:11; 11: 18).
Paulo deixa claro que o ajuntamento daquela comunidade dos coríntios do primeiro século, era motivo de tristeza e não de alegria (11: 17,18). Eles não tinham compreendido o real sentido do ato da santa ceia do Senhor e o transformaram em banquete e não em celebração ao Cristo morto pelos nossos pecados!
As palavras do Apóstolo nos versículos 20 a 22, deixam claro que além de transformarem o momento num mero banquete, ficava claro também o egoísmo e a injustiça social reinante entre eles! "Porque, comendo, cada um toma antecipadamente a sua própria ceia; e assim um tem fome e outro embriaga-se".1 Coríntios 11:21

A Sacralidade da Ceia

No versículo 23 Paulo começa a dar o tom de sacralidade ao ato, já que se percebe que a solenidade vinha sendo profanada! A primeira verdade dita por Paulo neste versículo é que a Ceia não é uma invenção da igreja ou de seus líderes, ela foi ordenada pelo próprio Jesus Cristo. A expressão "porque eu recebi do Senhor...", deixa bem claro que a Santa Ceia é uma ordenança dada direta por Cristo!
Me parece que muitos cristãos que vem à Ceia do Senhor hoje não entende que só por este princípio já dá pra perceber que a participação neste ato deve ser algo solene, reverente e com muito temor! Foi Cristo mesmo que instituiu a Ceia e disse porque devemos celebra-la e ignorar isto é ser indiferente a uma ordem direta do Mestre!
Depois Paulo estabelece os significados dos elementos da ceia usando as próprias palavras de Jesus registradas nos Evangelhos: o pão, seu corpo. O vinho, seu sangue. Com esta afirmativa, Paulo tentava resgatar nos corações daqueles crentes o sentimento de reverência que deveriam ter para com os elementos da ceia já que eles apenas enchiam a barriga de pão e se embragavam com vinho! Para eles a ceia era nada mais que comer! Paulo chega a "gritar": "...quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do Senhor." (11:20)

Em memória de mim

O motivo da celebração da Ceia está em torno do que Cristo fez por nós. Relembrar seu sofrimento, morte e ressurreição é trazer à mente o alto preço pago para nos resgatar. É por isso que vale reverberar as palavras de Paulo: "...quando vos ajuntais num lugar, não é para comer a ceia do Senhor." (11:20). Não, não é. É para celebrar seu sacrifício e, desta forma, aprendermos a valoriza-lo, podendo tentar dimensionar ( e isto nunca será possível) a profundidade de seu amor sacrificial por nós! É na ceia que mantenho aceso em minha memória tudo que Cristo fez para me salvar! Os cristãos modernos precisam entender esta verdade e não ter a ceia como um ritual meramente religioso. 

A seriedade do ato

"Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor." 1 Coríntios 11:27
Em nenhum momento Paulo ordena que determinados irmãos devem ser impedidos de participar da ceia do Senhor, mas dá alertas muito fortes sobre o perigo de negligenciar o valor espiritual dela. É responsabilidade de cada crente entender o significado da ceia e ter em mente que assumirá as consequências de ignorar sua importância. O versículo 28 diz que cada um deve examinar-se a si mesmo!
Quero destacar aqui duas verdades contidas neste versículo 28:
1. A primeira diz respeito a examinar-se. Muitos cristãos pensam que uma vez que se examinou e encontrou algo que lhe faça indigno de participar do ato, ele não deve então participar! Quero dizer que você está errado! Examinar aqui não é apenas "detectar", "identificar", mas identificar e concertar. Nenhum médico, por exemplo, passa um exame para um paciente apenas com o objetivo de detectar um problema, mas também com o objetivo de tratar se algo for detectado! E esta verdade vem logo em seguida no mesmo versículo: "...e assim coma deste pão e beba deste cálice." 
Então, a idéia aqui é: examine-se, se for encontrado algo que desagrade a Deus, concerte-se e participe da Ceia do Senhor! Alguns crentes percebem seu estado de pecado e deixam de participar deste ato importante para sua vida de comunhão com Deus e os santos! Não faça isso, não é isso que a Bíblia diz. Você deve arrepender-se do seu pecado, buscar seu perdão e participar da ceia do Senhor!
2. A segunda verdade aqui é que a responsabilidade de participar da ceia com ou sem condições espirituais, não é do celebrante do ato, mas de cada cristão: "Examine-se, pois, o homem, a si mesmo." Imagine que a primeira santa ceia no Novo Testamento foi celebrada pelo próprio Jesus e quem estava com Ele à mesa? O Evangelho de Lucas registra: "Mas eis que a mão do que me trai está comigo à mesa" (Lucas 22: 21). O traidor, aquele que fora chamado pelo próprio Jesus de filho da perdição (João 17: 22), estava na mesma mesa da ceia que Ele instituiria naquela ultima páscoa antes de sua morte. O livro de Lucas registra também duas coisas mais interessantes: Jesus anuncia que Pedro o negaria (Lucas 22: 31-34) e naquela mesa da ceia com o próprio Jesus, se cria uma discussão sobre "qual deles seria o maior" (Lucas 22: 24). Já em Mateus 26:31, após terem participado da ceia, Jesus anuncia que todos os seus discípulo se escandalizariam nele!
Porque Jesus não impediu esta gente de participar então de um ato tão sagrado como a Ceia? Perceba que Jesus adverte a todos eles, aponta seus pecados e lhes recomenda os devidos cuidados, mas não os impedem de participar da ceia. A responsabilidade é pessoal, cabe a cada um como diz Paulo, examinar-se, concertar-se e então participar. É tão pessoal que o Apóstolo assevera no versículo 29, do capítulo 11 de 1 Coríntios que, "quem come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação". 

Os fracos, doentes e os que dormem.

"Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem." 1 Coríntios 11:30

Não levar a sério a sacralidade de um ato tão solene como o da Santa Ceia, pode levar muitos crentes a vivenciarem um dos estágios de debilidade da vida cristã:
O primeiro é o estado de fraqueza: perda de força, fragilidade, perda de energia, tendência a ceder a sugestões ou imposições. Este é o primeiro estágio. O fraco, se continuar em sua fraqueza, em sua falta de força, pode propiciar a instalação de alguma doença. Pode-se dizer que o fraco é o estágio que antecede ao estado de doença. O fraco é aquele que perde "vitaminas", que fica desprovido de "anti-corpos", importantes para evitar o ataque de vírus e bactérias". Estar fraco é estar propenso à ficar doente.
O segundo é o doente. Neste caso, a fraqueza evoluiu a ponto da doença se instalar. O "corpo" ficou tão exposto, tão indefeso e volúvel, que foi possível enfermar. Este é um estagio perigoso da vida cristã O doente é aquele que precisa de cura, de restauração! Mas quero dizer que tanto para o fraco como para o doente existe solução. Cristo dá força ao fraco e cura o doente.
Todavia, há também os que dormem! Aqui o perigo é maior, pois quem dorme não vê, nem ouve! Se estamos tratando de estágios de debilidade da vida espiritual, então é bem provável que este dormir, refira-se à morte! Morte espiritual! O mesmo Paulo disse em Romanos 8:6 que "a inclinação da carne é morte." Ignorar verdades espirituais como aquelas encerradas na Santa ceia do Senhor e participar dela de forma indigna, pode levar o cristão a um desses estágios de debilidade da vida espiritual, inclusive à morte. Mas é bom dizer que Cristo é poderoso para trazer-nos da morte para a vida! (1 João 3:14).

Julgue a si mesmo

Enfim, Paulo diz que toda uma problemática e consequências espirituais seríssimas podem ser evitadas se assumirmos o papel de julgarmo-nos a nós mesmos! (11: 31, 32). Isto evitaria até que outros fizessem este papel por nós, evitando também uma série de desconfortos para nós e para o corpo de Cristo. Este texto só corrobora o princípio de que a responsabilidade é pessoal!
Percebe que o versículo 32 mostra que quando nos submetemos ao julgamento do Senhor após nossa iniciativa de examinarmo-nos, "somos repreendidos pelo Senhor" e o principal objetivo disso tudo é "para não sermos condenados com o mundo."

11 de ago de 2015

TODOS JUNTOS CONTRA A CORRUPÇÃO

Dizendo "não" aos corruptos e à corrupção, você ajuda o Ministério Público a combater a impunidade em 21 países
Chegou a hora de mostrar que não concordamos com nenhum tipo de corrupção. Não importa o tamanho, o autor ou a situação. O papel de quem — como nós — deseja um mundo mais justo é dizer "NÃO" a qualquer ato corrupto. Seja furar uma fila, subornar um guarda ou desviar dinheiro público.
Ciente dos imensos prejuízos provocados pela corrupção, os Ministérios Públicos ibero-americanos se uniram para lançar a campanha #CORRUPÇÃONÃO.
Realizada em 21 países, a iniciativa quer mobilizar o maior número de pessoas possível em torno de uma ideia simples: o primeiro passo para acabar com esse problema é dizer "NÃO" a qualquer atitude corrupta.
Outro objetivo da campanha é divulgar o importante papel dos Ministérios Públicos no combate à corrupção em seus respectivos países.
Para o sucesso da campanha é fundamental a participação de todos nesse grande movimento. Em família, nas ruas, nas conversas, diga NÃO à corrupção, por menor que ela seja. Essa atitude pode ganhar força pelas ruas, pelos bairros, pelas cidades e países. Acredite: a mudança ética em favor da sociedade começa nas atitudes de cada um. Procure o Ministério Público do seu país e junte sua voz a esse grito: corrupção, não!


FOCO NA INTERNET

Em todo o mundo, 70% dos jovens entre 18 e 24 anos estão conectados à internet, de acordo com dados da consultoria internacional ComScore. Outro dado revela que quase metade (49,5%) das pessoas dessa faixa etária está engajada em alguma rede social. Isso justifica a escolha da comunicação digital como foco da estratégia de divulgação da campanha. A intenção é que o internauta possa se engajar compartilhando as peças, promovendo a divulgação do seu jeito, no seu ritmo e por meio dos seus canais preferidos.
A ação conta com hotsitefan page, perfil no Twitter, vídeos, banners web, posts de Facebook, entre outras peças de divulgação.
Como apoio à comunicação digital, também serão utilizados os meios de comunicação convencionais (rádio, TV, jornal, revista, etc) e a mídia out of home(mobiliário urbano, mídia aeroportuária, empenas, etc).
A campanha #CORRUPÇÃONÃO é uma realização do Ministério Público Federal brasileiro, em parceria com a Associação ibero-americana de Ministérios Públicos (AIAMP).
Divulgue a campanha você também! Saiba como participar AQUI.

Fonte: Site da Campanha Corrupção Não!

8 de ago de 2015

Falando de Amor: O Desafio de Encontrar a Pessoa Certa


O maior desafio quando se fala em amor com certeza, é encontrar a pessoa certa. Converse principalmente com as mulheres de hoje e elas dirão que homem está difícil. Mas a pergunta que não quer calar é: existe a pessoa certa, aquele amor pra se chamar de "seu"? Claro que sim! Encontrar esta pessoa é que lhe garantirá uma vida a dois mais feliz! Muitas pessoas não tem paciência para esperar e desesperadamente tornam-se até aventureiras na arte de amar, gastando e desperdiçando o seu e o tempo do outro em um relacionamento que, muitas vezes, ambos sabem que não dará certo!
Alguns, para suprir as carências emocionais e alimentar os instintos sexuais, aventuram-se em relacionamentos onde a incompatibilidade de sonhos, ideais, propósitos, além de elementos como fé, entre outras coisas, são gritantes. Preferem machucar-se e machucar o outro, viver desventuras e frustrações, mergulhando-se m experiências, às vezes, tão traumáticas que são capazes até de impedí-los de amar novamente!
Em Provérbios 18: 22, o Sábio Salomão disse que "aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do Senhor." Veja: a expressão "aquele que encontra" dá a entender que encontrar a pessoa com quem você vai casar e viver o resto de sua vida, não é uma tarefa fácil! Encontrar a "esposa" aqui, é encontrar a pessoa certa, aquela que conquistará para sempre seu coração, que influenciará seu comportamento e suas idéias, que poderá fazer você dar a volta ao mundo por ela! Essa pessoa, diz o texto de Provérbios, acha o bem e a bondade do Senhor!
Mas afinal, o que deve fazer um solteiro que espera a pessoa certa? As dicas que vou dar aqui são simples e algumas podem parecer engraçadas. Experimente segui-las e não aposte em fórmulas mágicas, para se viver um amor verdadeiro, basta seguir as lições simples da vida!

a.       ORAÇÃO: Apresente todos os dias ao Senhor: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo, conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. ” Filipenses 4:6
b.      DEUS CUIDA DAS NECESSIDADES BÁSICAS DE NOSSA VIDA: “ Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? ” Mateus 6:25
c.       TENHA CERTEZA QUE DEUS CUIDA DE TEU CORAÇÃO: “ E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. ” Filipenses 4:7
Depois destas dicas, digamos, espirituais, é preciso seguir outras também muito simples, mas que podem fazer toda diferença:

DEFININDO OBJETIVOS

Primeiro se pergunte que tipo de relacionamento você busca. A resposta a esta pergunta vai depender de sua idade, experiência, entre outros fatores. Alguns não querem passar por longo tempo de noivado porque já tem certa idade ou já tem filhos, já tiveram experiências matrimoniais, etc. Estes buscam casamento. Outros ainda estão jovens, fazendo faculdade, construindo um patrimônio, etc. Esses pensam em noivar e terminar de construir tais sonhos enquanto conhecem melhor o parceiro. O fato é que você precisa determinar isto, é uma forma de você começar a definir o que quer no amor!
Depois, pense e elenque quais características busca numa pessoa e o quê você não tolera na pessoa amada. Essas duas coisas precisam ser bem definidas quando você começar a se relacionar com alguém. Sempre aconselho a jovens namorados ou noivos que conversem sobre essas duas coisas antes de partirem para um nível mais sério do relacionamento. Isso evita determinadas crises no casamento.

ONDE ENCONTRAR A PESSOA CERTA

Pense também em onde você pode encontrar a pessoa certa. Os crentes mais fervorosos vão logo responder: "Claro que é na igreja!" (Igreja aqui refere-se à mesma fé). Não, não estou falando disso. Estou falando que a pessoa certa para você nem sempre poderá estar no ambiente em que você exercita sua fé, a igreja pode ser um dos lugares. Pense primeiro no que você gosta! Como assim? Simples:
Se você gosta de trabalhar em favor de alguma causa, como missões, ação social, política, etc., a pessoa certa para você pode estar nos Congressos, Encontros, Simpósios, Conferências, Seminários, em grupos de redes sociais que discutem tais causas, etc.
Se você gosta de música, seu par ideal pode estar em coros, Curso de Músicas na Faculdade, no Coral ou na Banda Jovem da Igreja, etc.
Mas você pode também encontrar a pessoa certa em lugares inusitados, como no metrô, no parque no cinema, etc. Você deve estar atento àquelas pessoas que despertam interesse em você, mas isso deve ser feito co temor a Deus e muita oração!
Bem, uma vez que você esteja no lugar certo, não esqueça que, se este lugar for a casa de Deus, você deve lembrar que o lugar do culto não é lugar para azaração! Respeite o ambiente da adoração a Deus e você terá sucesso!

FASE DO CONTATO

Lembre-se que antes de começar qualquer comunicação, observe se esta comunicação será possível. Evite lugares barulhentos. Você está na fase do contato e esta é uma fase importante e melindrosa, qualquer erro poderá fazer naufragar sua tentativa de encontrar a pessoa certa (Jz. 12:6)
ü  Inicie a conversa imediatamente, isto evita ansiedade: “E aconteceu que, vendo Jacó a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou Jacó, e revolveu a pedra de sobre a boca do poço e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe. E Jacó beijou a Raquel, e levantou a sua voz e chorou. E Jacó anunciou a Raquel que era irmão de seu pai, e que era filho de Rebeca; então ela correu, e o anunciou a seu pai. ”Gênesis 29:10 - 12
Se você busca um relacionamento sério, seja capaz de perceber se esta pessoa também quer. Em Rute 3: 5-14, as coisa ficaram bem definidas entre Rute e Boaz. Não brinque com os sentimentos do outro e não se faça de desentendido para depois cobrar do outro o que ele ou ela nunca te prometeu.
Seu primeiro toque deve ser despretensioso, isto é, sem parecer que está interessado, toque-a ou toque-o como se o(a) conhecesse a muito tempo, no ombro, nas mãos, sem mostrar intimidade: “Não repreenda asperamente ao homem idoso, mas exorte-o como se ele fosse seu pai; trate os jovens como a irmãosas mulheres idosas, como a mães; e as moças, como a irmãs, com toda a pureza. 1 Timóteo 5:1,2.
COMEÇANDO A SE RELACIONAR
ü  Jamais ignore as amigas de seu alvo, no caso dos homens, sem a simpatia das amigas, você não chegará muito longe.
ü  Gere atração: Seja humorado, espontâneo e natural;
ü  Não diga que você é o que realmente não é, para não começar uma relação embasada em mentiras: “Não lhes escrevo porque não conhecem a verdade, mas porque vocês a conhecem e porque nenhuma mentira procede da verdade. 1 João 2:21
ü  Encontre e ressalte os valores da pessoa. Deixe ela saber que você admira determinadas características nela;
ü  Crie conexões emocionais: Saiba quem ele (a) é e o que faz;
ü  Responda suas perguntas com histórias, principalmente se forem engraçadas. Não responda como se fosse uma entrevista.

Bem, esses são conselhos simples, mas que são fundamentais na árdua tarefa de buscar a pessoa certa. É óbvio que existe uma série de outras recomendações, estas, no entanto, poderão fazer grande diferença na arte de encontrar a pessoa certa!






7 de ago de 2015

UMADENE tem novo Presidente - Pastor José Carlos de Lima é o Sucessor do Pastor José Neco

Pastor José Carlos de Lima eleito presidente da UMADENE para o biênio 2015-2017emails de pessoas de rio grande do sul


Por Pb. Tiago Bertulino 
Jornalista - AD São Paulo 
Ministério do Belém 

A UMADENE - União de Ministros das Assembleias de Deus no Nordeste, entidade assembleiana reconhecida pela Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil que agrega todos os pastores e evangelistas filiados as convenções regionais nordestinas fundada no dia 01 de agosto de 1985 em reunião na cidade de Campina Grande, nos últimos 12 anos estava sob a presidência do pastor José Antonio dos Santos, carinhosamente conhecido em todo país como pastor José Neco, porém quis Deus, promovê-lo a eternidade no último dia 24 de julho ficando então vaga a cadeira maior da instituição. Assumiu a condução da UMADENE como presidente interino o pastor Roberto José dos Santos, presidente da AD em Abreu e Lima e 4º secretário da CGADB, que ocupa a 1ª vice-presidência do concílio nordestino. Uma Assembleia Geral Ordinária (AGO) já estava agendada para acontecer de 05 a 07 de Agosto de 2015 na cidade de Aracaju, capital do estado de Sergipe o que de fato ocorreu; dentre a programação já agendada e devidamente convocada conforme determina o estatuto, fazia parte da programação além da AGO uma Escola Bíblica de Obreiros e a eleição da diretoria para o biênio 2015 a 2017. Ainda durante este encontro, embora consternados pela partida do pastor Neco, os pastores nordestinos comemoraram os 30 anos de fundação da UMADENE. Dentre tantos assuntos em pauta, uma grande expectativa pairava no coração da liderança assembleiana em virtude da vacância no cargo de presidente. O pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), como de costume sendo o convidado de honra dos encontros da UMADENE, recebeu do presidente em exercício, pastor Roberto José a direção dos trabalhos e presidiu o processo eletivo que escolheu o sucessor do pastor José Antonio dos Santos. Por unanimidade o presidente eleito da UMADENE é o pastor José Carlos de Lima, presidente da Assembleia de Deus e Convenção com Sede na cidade de João Pessoa, estado da Paraíba (IEADPB e COMADEP). Conhecido por seu jeito cativante e simples, pastor José Carlos se destaca no cenário assembleiano nacional como um pastor que tem cheiro de ovelhas e é cheio da unção de Deus, que tem feito com que seu ministério seja cada dia mais profícuo e abençoado. Ao ser escolhido para presidir a entidade o líder paraibano frisou "reconheço que só Deus pode nos dar a oportunidade de ocupar o lugar de um apostolo como o pastor José Antonio dos Santos, mas tenho certeza de que tendo o apoio, compreensão e oração dos companheiros, faremos o possível pela nossa UMADENE; Deus é fiel e poderoso para cumprir nas nossas vidas tudo que Ele tem determinado; quero agradecer particularmente ao pastor Roberto José pela sua humildade, pois ele estava como nosso presidente e declinou para que isto pudesse acontecer, provando que a UMADENE é uma União de Ministros; que Deus nos abençoe". Após ser apresentada ao plenário, a unica chapa a disputar a eleição foi aprovada por unanimidade pelos minsitros presentes à AGO; o pastor José Wellington orou pela nova diretoria e os empossou em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Na sequencia o pastor Marcos Viana Agra, secretário adjunto da UMADENE passou a apresentar os obreiros indicados e nomeados que farão parte dos órgãos e comissões para o novo mandato. A diretoria da UMADENE para o biênio 2015-2017 ficou assim composta: 
PRESIDENTE: Pr. José Carlos de Lima Presidente da AD em João Pessoa e da Convenção da Paraíba (COMADEP) 
1º VICE-PRESIDENTE: Pr. Roberto José dos Santos Presidente da AD e Convenção com Sede em Abreu e Lima, Pernambuco (COMADALPE). 
2º VICE-PRESIDENTE: Pr. Osíres Teixeira Pessoa Presidente da AD Montese e da Convenção do Ceará (CONFRADECE) 
3º VICE-PRESIDENTE: Pr. João Bezerra da Silva Presidente da AD em Horizonte e da Convenção do Ceará (CONADEC) 
4º VICE-PRESIDENTE: Pr. Martim Alves da Silva Presidente da AD em Natal e da Convenção do Rio Grande do Norte (CEMADERN) 
5º VICE-PRESIDENTE: Pr. Aílton José Alves Presidente da AD e Convenção de Pernambuco (CONADEPE) 
6º VICE-PRESIDENTE: Pr. José Teixeira Rego Neto Presidente da AD Bele Vista e da Convenção do Ceará (COMADECE) 
7º VICE-PRESIDENTE: Pr. José Orisvaldo Nunes de Lima 1º Vice-Presidente (Presidente em Exercício) da Convenção de Alagoas (COMADAL) 
1º SECRETÁRIO: Pr. Daniel Nunes da Silva Presidente da AD e Convenção com Sede em Campina Grande - Paraíba (COMEAD-CGPB). 
2º SECRETÁRIO: Pr. Israel Alves Ferreira Presidente da AD em Salvador e da Convenção da Bahia (CONFRAMADEB) 
3º SECRETÁRIO: Pr. Valdomiro Pereira da Silva Presidente da AD em Camaçari e da Convenção da Bahia (CEADEB) 
4º SECRETÁRIO: Pr. Pedro Aldi Damasceno Presidente da AD em Viana, da Convenção do Maranhão (CEADEMA) e atual 4º vice-presidente da CGADB. 
5º SECRETÁRIO: Pr. Maurino Pinheiro do Nascimento Presidente da Convenção do Ceará (CIMADEC) 
6º SECRETÁRIO: Pr. Nestor Henrique de Mesquita Presidente da AD em Teresina e Convenção do Piauí (CEADEP) 
7º SECRETÁRIO: Pr. José Alves Cavalcante Presidente da AD em Açailândia e Convenção do Maranhão (COMADESMA) 
1º TESOUREIRO: Pr. Arquimedes Gomes Neto 2º Vice-Presidente da Convenção da Paraíba (COMADEP) 
2º TESOUREIRO: Pr. Virgínio José de Carvalho Neto Presidente da AD e Convenção de Sergipe (CONEADESE)emails de pessoas de rio grande do sul