22 de fev de 2015

Parte Para a Eternidade Um dos Líderes do Movimento Pentecostal no Brasil: Missionário David Miranda


A voz gritante, rouca e trêmula que se vazia ouvir nas várias emissoras de rádio em todo o Brasil e que tinha tradução para outros idiomas em vários países, já era conhecida do público. Era a voz do homem que pregava curas e milagres e que ficou conhecido por seu duro discurso legalista que defendia o não uso de TV e mídias como a internet, além de severidade quanto ao tipo de roupa de seus fiéis e de lazeres como praia, cinema e outros.
O movimento da Igreja Pentecostal Deus é Amor, fundada por ele mesmo em 1962 e que, conforme ele mesmo disse em sua biografia, teria se tornado na "maior igreja do mundo", teria entrado em crise nos últimos 10 anos por causa justamente do discurso duro com relação aos usos e costumes. Nos últimos anos, vários templos teriam sido fechados por falta de fiéis para manter as despesas com templos que em sua maioria eram alugados.
Apesar da crise e do escândalo no ano de 2000, a Igreja Pentecostal Deus é Amor continuou sendo liderada pelo homem que foi absolvido pela Justiça em dois processos. A liderança de David Martins Miranda, filho de agricultores, que teria se convertido ao protestantismo pentecostal em 1958, começou 4 anos depois de sua conversão, 1962, quando fundou a IPDA com apenas 3 pessoas e hoje já conta com mais 800 mil membros segundo dados do IBGE, sendo a oitava maior denominação evangélica do Brasil.

Histórias de milagres!

O ministério do Missionário David Miranda ganhou notoriedade quando começaram a se ouvir histórias de milagres que fazem parte de sua trajetória hoje: 

"A cura de um jovem que havia perdido a língua por uma overdose – consequência do uso de drogas -, em 1993, desencadeou uma nova corrida de fieis para os salões da IPDA. No ano seguinte, ao retornar de uma viagem a Buenos Aires, Miranda lança o jornal “O Testemunho” e dá início aos projetos em torno da “Assembleia dos Santos” – concentração de “milagres” que reúne centenas de pessoas de diversas cidades e países.
Em uma dessas concentrações, em 1º de maio de 1996, em Vitória (ES), três mortos teriam “ressuscitado” após uma oração de David Miranda. A mídia local, impressionada com os “milagres” e com o amplo número de participantes da cruzada, estampa nos principais jornais e noticiários que “nem mesmo o Papa consegue reunir tanta gente.” No começo de 1997, novo recorde: 400 mil pessoas comparecem ao Aterro do Flamengo (Zona Sul do Rio de Janeiro) para ouvirem a mensagem de David Miranda. Nos países vizinhos ao Brasil, pelo menos 280 mil pessoas são reunidas, sendo a maior concentração realizada entre os dias 04 e 05 de outubro, quando 150 mil peruanos compareceram ao estádio Nacional, em Lima." - Site Gospel Mais
Rádio: Um instrumento poderoso para a IPDA
"Segundo Emilio Zamboni Mendonça, da Universidade Metodista, “o rádio foi o principal ponto de apoio do crescimento da Igreja Pentecostal Deus é Amor.” Há, segundo Freston (1995, p.128), pelo menos cinquenta placas acima do púlpito do Templo da Glória de Deus, na Baixada do Glicério, com indicações das rádios que veiculam os programas da IPDA. Transmitido a partir da sede mundial, o programa “A Voz da Libertação” chega aos lares de milhares de brasileiros e é retransmitido para mais de 17 países via uma rede de mais de quarenta rádios pertencentes à Igreja Deus é Amor."
Legalismo como característica fundamental
"Nos programas radiofônicos e nas mais de 12 mil congregações da IPDA, David Miranda exerce controle absoluto sobre os membros. O regulamento interno, aprovado em 1986 e adaptado nove anos depois, estabelece uma série de normas às quais os membros são convidados a seguir: aos homens, é proibido o uso de bigode, costeletas, bermudas e camisetas sem mangas; às mulheres, corte dos cabelos, calça cumprida, maquiagem e adornos. Há outras restrições – impostas a membros de ambos os sexos -, como não participação em festas, locais de entretenimento, porte de armas de fogo, modalidades esportivas e aquisição de aparelhos de televisão."
O homem que exerceu forte liderança em frente à Igreja Pentecostal Deus é Amor, faleceu às 23:45h, do dia 21/02, aos 79 anos, após sofrer um infarto. O corpo está sendo velado no templo em São Paulo com capacidade para 60 mil pessoas e deverá ser sepultado na próxima terça-feira.


Nenhum comentário: