15 de mai de 2017

Porque Jesus Precisou ser Batizado?




A resposta a esta pergunta é simples. 

Primeiro, perceba que Jesus estava tão acima de João e de qualquer outro homem que o próprio João disse na ocasião do seu batismo: "Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?" (Mateus 3:14). Isso João falou porque o reconhecia como "o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" (João 1:29). Hebreus 4:15 mostra que embora ele tenha sido tentado em tudo, não tinha pecado: " Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado." Perceba, portanto, que ele identificou-se com nossa humanidade, mas não com nossos pecados. 

Segundo, no batismo de João Jesus se apresentou ao povo. Veja a importância deste momento pelas seguintes razões:

1. Toda Jerusalém e toda Judeia vinha ao batismo de João: "Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judeia, e toda a província adjacente ao Jordão." (Mateus 3:5);
2. Não só Jerusalém e a Judeia iam ao batismo de João, as autoridades religiosas também: "E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?" (Mateus 3:7);
3. No batismo foi que, publicamente, João declarou a messianidade de Jesus: "E João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele.
E eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo. E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus." (João 1:32-34) 

Terceiro: Jesus deixa claro que o motivo pelo qual ele queria ser batizado por João não tinha relação com a questão de pecados, mas para se cumprir a justiça de Deus: " Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu" (Mateus 3:15), conforme 2 Coríntios 5:21: "Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus."

Em suma, Jesus se batizou para declarar que se identificava com o pecador. Lembre-se:Ele não conheceu pecado, mas se fez pecado por nós! "Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." (2 Coríntios 5:21).
Se batizou para nos deixar o exemplo.
Independente de qualquer coisa, a Escritura afirma que Ele não tinha pecado: "Ele não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano;" (1 Pedro 2:22); Isaías profetizou sobre Ele: "Ele não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano;" (Isaías 53:9); Um dos ladrões na cruz reconheceu que Ele não tinha pecado: "Nós, na verdade, estamos sendo executados com justiça, pois que recebemos a pena que nossos atos merecem. Porém, este homem não cometeu mal algum!” (Lucas 23:41,47). Em João 8:46 o próprio Jesus declarou não ter pecado: "Quem de vós pode me condenar por algum pecado? E, se Eu estou dizendo a verdade, por que vós não credes em mim?".